NFL

13/10/2019 - 21h57

Jets vencem a primeira na temporada com triunfo sobre Cowboys

Em retorno de Sam Darnold, Jets superam Cowboys por 24 a 22 no MetLife; Jamal Adams garante o triunfo no último lance

Na tarde deste domingo (13), o New York Jets recebeu o Dallas Cowboys no MetLife Stadium em Nova Jersey, e conseguiu a sua primeira vitória na temporada. Mesmo com o placar apertado de 24 a 22, o time da casa controlou o placar durante toda a partida e superou o mau momento na competição. O destaque do time foi Jamal Adams, strong safety que derrubou o quarterback do adversário, Dak Prescott, em um lance crucial no final da partida.

Falando em QBs, o time de NY teve o retorno de Sam Darnold. O jovem jogador conduziu o ataque com muita categoria, distribuindo passes no setor ofensivo para Jamison Crowder, Demarius Thomas, Ryan Griffin e Robby Anderson. Este último foi protagonista na jogada mais bonita da partida.

Porém, o duelo demorou um pouco para engrenar, uma vez que as defesas foram firmes forçando a devolução da bola nas primeiras campanhas. Aí, Darnold conduziu uma campanha longa, que durou quase 8 minutos, cansando a defesa dos Cowboys. O running back Le’Veon Bell foi o escolhido para anotar o primeiro touchdown da partida.

Os visitantes responderam com um field goal de 50 jardas convertido por Brett Maher. Mas, o grande momento do jogo ainda demorou a acontecer. Apenas no final do segundo período enquanto a partida se arrastava em 7 a 3 para os Jets, foi quando a magia deste esporte encontrou seu ápice. Um daqueles momentos únicos que te faz sair do sofá.

Após um longo drive dos Cowboys buscando a virada, o time se encontrava em uma posição incômoda, seguida de uma decisão difícil. Por muitas vezes nestes últimos anos, dirigidos por Jason Barrett, o time de Dallas foi ousado e buscou uma 4ª decida. Com apenas 6 jardas para a virada, Barrett e seu coordenador ofensivo Kellen Moore, optaram por uma chamada que resultou em perda de terreno.

Com a bola nas mãos, Darnold precisou de um único passe para tirar o fôlego do torcedor dos Jets. Robby Anderson disparou para o meio do campo, fazendo uma rota central. A bola lançada por Darnold caiu no seu colo e o veloz wide receiver correu para um TD de 92 jardas. Fantástico!

A pontuação foi como um balde de água fria na cabeça do time de ataque dos Cowboys, que ainda atordoados, não tiveram nenhuma chance contra a defesa dos Jets, entregando a bola em um 3 and out já dentro do two-minute warning, ou seja, em um momento crítico da partida.

Os anfitriões sentiram o bom momento e aproveitaram para ampliar ainda mais a diferença no placar. Agora, Darnold optou por colocar o tight end Ryan Griffin no plano de jogo. Com 28 jardas divididas em 3 passes recebidos, o jogador marcou mais uma vez para os Jets, 21 a 3!

Para não sair de campo com as mãos abanando diante de um primeiro tempo muito fraco do ataque, os Cowboys puderam comemorar o chute de Brett Maher para 62 jardas, convertido de forma espetacular.

Na volta do intervalo, os Cowboys continuara colecionando insucessos ofensivos com campanhas que resultavam no máximo em field goals. No entanto, a interceptação de Sam Darnold deu uma injeção de ânimo aos jogadores de Dallas que buscavam alternativas para vencer a defesa adversária. Até que, finalmente, Ezekiel Elliott furou o bloqueio dos Jets e cruzou o plano de gol com a posse da bola. Era tudo que os visitantes precisavam para colocar fogo no jogo, como fizeram na rodada anterior contra o Green Bay Packers.

Mas, Darnold estava empenhado em quebrar o jejum dos Jets na temporada e conduziu uma campanha curta o suficiente para deixar o kicker Sam Ficken em condições de colocar uma diferença razoável no scoreboard. A conversão do FG deixou o placar em 24 a 16 para o time de Nova Jersey.

Dallas, com pouco mais do que 3 minutos no cronômetro, tinha que dar uma resposta imediata. E o jogo ficou feio quando uma sequência enorme de faltas empurrou o time para a red zone. Dak Prescott correu para dentro da área pintada e encurtou o placar outra vez. Era a hora de tentar uma conversão de 2 pontos, empatar o jogo e resolver na prorrogação. Mas, do outro lado da linha, tinha Jamal Adams. O jogador fez a leitura perfeita do snap e voou para derrubar Prescott. Jason Witten esperava pela marcação de uma falta dentro da end zone, que não foi assinalada pelas zebras e o jogo ficou nas mãos dos Jets.

Brett Maher ainda tentou um onside kick, mas os Cowboys não recuperaram a bola.

Com a vitória, o New York Jets (1-4) vence a primeira na temporada. Porém, uma classificação já parece muito complicada diante das distâncias para New England Patriots (6-0) e Buffalo Bills (4-1) na AFC East. Já o Dallas Cowboys (3-3) perdeu a terceira seguida e acionou o botão de emergência, apesar de ainda terem o controle da divisão. O time do Texas sofreu demais com as ausências de Randall Cobb e Amari Cooper.

(Foto: Divulgação Site/NewYorkJets)

ACOMPANHE OS MELHORES MOMENTOS DO JOGO:

NFL 2019 – SEMANA 6

Quinta-feira (10/10)

New York Giants 35 @ 14 New England Patriots

Domingo (13/10)

Carolina Panthers 37 @ 26 Tampa Bay Buccaneers (Londres)
Seattle Seahawks 32 @ 28 Cleveland Browns
Houston Texans 31 @ 24 Kansas City Chiefs
Washington Redskins 17 @ 16 Miami Dolphins
Philadelphia Eagles 20 @ 38 Minnesota Vikings
New Orleans Saints 13 @ 6 Jacksonville Jaguars
Cincinnati Bengals 17 @ 23 Baltimore Ravens
San Francisco 49ers 20 @ 7 Los Angeles Rams
Atlanta Falcons 33 @ 34 Arizona Cardinals
Tennessee Titans 0 @ 16 Denver Broncos
Dallas Cowboys 22 @ 24 New York Jets
Pittsburgh Steelers 24 @ 17 Los Angeles Chargers – SNF

Segunda-feira

21h15 – Detroit Lions @ Green Bay Packers

Oddsshark