17/11/2019 - 18h54

New Orleans Saints se recupera e conquista vitória sobre o Tampa Bay Buccaneers

Saints superam derrota para os Falcons, aproveitam turnovers e batem Buccaneers em dificuldades

Drew Brees celebra vitória do New Orleans Saints sobre o Tampa Bay Buccaneers pela semana 11 da NFL 2019A derrota inesperada para o Atlanta Falcons ficou no passado. Na tarde deste domingo (17), o New Orleans Saints se recuperou do revés sofrido na última semana e venceu o Tampa Bay Buccaneers fora de casa pelo placar de 34 a 17, pela semana 11 da NFL.

Drew Brees mais uma vez foi o responsável por comandar as ações ofensivas dos Saints. O quarterback completou 28 dos 35 passes que tentou, lançando para 228 jardas e três touchdowns. Alvin Kamara se recuperou da atuação ruim contra os Falcons e teve a melhor partida desde a semana 3. O running back conquistou um total de 154 jardas na partida. Foram 75 em 13 corridas, outras 47 em dez recepções e 32 em três retornos de punt. Michael Thomas completou oito recepções para um total de 114 jardas e um touchdown.

Pelos Buccaneers, Jameis Winston teve mais uma atuação decepcionante. Apesar de conseguir um passe para touchdown pela 13ª partida seguida, – segunda maior sequência ativa na NFL – o quarterback sofreu com turnovers novamente. Winston completou 30 passes de 51 tentados, lançando para 313 jardas, dois touchdowns e quatro interceptações. Com isso, já são 18 picks lançadas na temporada, pior marca da liga. O jogo terrestre não conseguiu produzir, com Ronald Jones limitado a 13 jardas em quatro tentativas. Cameron Brate liderou o jogo aéreo com 73 jardas em dez recepções. Mike Evans conquistou 69 jardas, completando quatro recepções em oito acionamentos. Chris Godwin, por sua vez, teve três recepções em seis targets, anotando um touchdown e produzindo 47 jardas.

Os Saints tiveram a posse inicial, e passaram um pequeno susto quando Alvin Kamara soltou a bola ao ser derrubado por Carlton Davis. Os Buccaneers, entretanto, não conseguiram recuperar o fumble antes de a bola deixar o campo pela sideline. Em uma sequência de erros dos dois times, Taysom Hill sofreu um sack de nove jardas antes de Tampa Bay retribuir a gentileza com duas faltas. No fim, os Saints conseguiram posicionar Wil Lutz para abrir o placar com um field goal de 44 jardas.

Após forçar um three-and-out dos Bucs, New Orleans conseguiu mais uma posse longa, conduzindo a bola à red zone pela primeira vez no jogo. Kamara chegou a anotar o primeiro touchdown do jogo, mas teve a pontuação anulada por conta de uma falta cometida por Jared Cook. No fim, o recuo forçado pela penalidade fez com que o time deixasse o campo com mais um field goal.

E os visitantes abriram o segundo quarto com a bola. Em um lance inusitado, O.J. Howard se atrapalhou com um passe de Jameis Winston e soltou a bola antes de completar a recepção. Demario Davis mergulhou para conseguir a interceptação e deixar os Saints já na red zone. Drew Brees encontrou Michael Thomas no lado direito do campo para o touchdown.


Na sequência, um novo punt dos Buccaneers e mais uma campanha longa dos visitantes. Aproveitando a posição de campo favorável, os Saints se encontraram novamente em posição para pontuar e Brees encontrou Cook no fundo da end zone para mais um touchdown, abrindo 20 a 0.


O ataque dos mandantes enfim conseguiu mover as correntes graças a um passe longo de Winston para Scott Miller. Limitados a apenas 37 jardas até então, os Buccaneers avançaram 48 jardas em uma única jogada. A recepção foi considerada um touchdown inicialmente, mas a revisão da arbitragem posicionou a bola na linha de uma jarda. O time ainda precisou de três tentativas, mas conseguiu encontrar a end zone em um passe curto de Winston para Peyton Barber.


Tampa Bay teve a posse final do primeiro tempo, e conseguiu avançar bem até a metade do campo. Na última jogada, Winston teve um passe desviado por Kiko Alonso diretamente para as mãos de Vonn Bell, encerrando o período com mais uma interceptação.

Os Buccaneers abriram o segundo tempo com a posse. E os donos da casa conseguiram um bom avanço, chegando às 30 jardas no campo de ataque. Porém, uma penalidade contra a defesa e um péssimo drop de Mike Evans impediram uma progressão maior. Matt Gay converteu um field goal longo de 55 jardas e diminuiu a diferença para 20 a 10.

Os Saints responderam na campanha seguinte. Precisando converter uma terceira descida pouco antes do meio de campo, Brees encontrou Michael Thomas pela esquerda. Com espaço, o wide receiver posicionou os visitantes novamente na red zone. Após uma sucessão de jogadas rápidas, Ted Ginn Jr. conseguiu uma recepção pelo meio para ampliar a vantagem.


Com uma boa sequência de passes de Winston, Tampa Bay conseguiu um bom avanço e chegou ao território adversário. Chris Godwin apareceu pelo meio para receber um passe curto e conseguiu arrancar em direção à end zone para diminuir a desvantagem, deixando o placar em 27 a 17 indo para o último quarto.


O momento parecia favorável para os Bucs. Após forçar um punt dos adversários, o time conseguiu uma crucial conversão de quarta descida com Mike Evans. No entanto, o wide receiver cometeu uma interferência no início da jogada, e Bruce Arians não conseguiu reverter a marcação com um desafio. No fim, o time devolveu a bola com um punt. As duas equipes continuaram sem pontuar até Marcus Williams interceptar um péssimo passe de Winston e retornar a bola para a end zone. O quarterback de Tampa Bay indicou ter uma lesão na perna, mas, mesmo mancando, decidiu seguir em campo.


Os Buccaneers conseguiram uma boa posse e rapidamente chegaram à beira da end zone. No entanto, a defesa de New Orleans parou duas corridas de Dare Ogunbowale. Na terceira descida, outro péssimo lançamento de Winston foi diretamente para as mãos de P.J. Williams dentro da end zone, resultando na quarta interceptação do jogo.


A jogada selou o resultado. Aproveitando mais uma penalidade contra os donos da casa, New Orleans conseguiu o first down decisivo e apenas aguardou o cronômetro zerar para confirmar mais um triunfo.

Os Saints alcançam a oitava vitória em dez jogos na temporada, abrindo três jogos de vantagem na liderança da NFC South e seguindo na briga pelo bye nos playoffs. O time retorna a campo no próximo domingo (24) para mais um jogo dentro da divisão, recebendo o Carolina Panthers. Já os Buccaneers chegam a sete derrotas em dez partidas. A equipe de Tampa Bay também terá um duelo divisional no mesmo dia, visitando o Atlanta Falcons.

(Foto: Reprodução Twitter/New Orleans Saints)

NFL Semana 11

Quinta-feira (14/11)

Pittsburgh Steelers 7 @  21 Cleveland Browns

Domingo (17/11)

Dallas Cowboys 35 @ 27 Detroit Lions

Jacksonville Jaguars 13 @ 33 Indianapolis Colts

Buffalo Bills 37 @ 20 Miami Dolphins

Denver Broncos 23 @ 27 Minnesota Vikings

New Orleans Saints 34 @ 17 Tampa Bay Buccaneers

New York Jets 34 @ 17 Washington Redskins

Atlanta Falcons 29 @ 3 Carolina Panthers

Houston Texans 7 @ 41 Baltimore Ravens

Arizona Cardinals 26 @ 36 San Francisco 49ers

Cincinnati Bengals 10 @ 17 Oakland Raiders

New England Patriots 17 @ 10 Philadelphia Eagles

Chicago Bears 7 @ 17 Los Angeles Rams – SNF

Segunda-feira (18/11) 

22h15 – Kansas City Chiefs @ Los Angeles Chargers (México)

Oddsshark