NFL

21/12/2019 - 18h26

Texans vencem Bucs e selam conquista da AFC South

Texans conquistam AFC South vencendo os Buccaneers fora de casa

O jogo que abriu a semana 16 da NFL foi difícil. Difícil de decidir e, em muitos momentos, difícil de assistir. Melhor para o Houston Texans, que aproveitou os muitos erros do ataque do Tampa Bay Buccaneers para vencer por 23 a 20 em pleno Raymond James Stadium, conquistando a AFC South com uma semana de antecedência. Já classificado aos playoffs, o time começa a pensar no primeiro fim de semana de janeiro. enquanto os Bucs pensam mesmo é na próxima temporada.

O ataque dos visitantes não brilhou, mas fez o suficiente para superar a boa defesa dos Bucs. Deshaun Watson somou 184 jardas, completando 19 de 32 passes com uma interceptação, e nenhum recebedor passou das 60 jardas, com o próprio QB sendo o melhor corredor da equipe, ainda que tenha somado apenas 37 jardas. Já Jameis Winston brincou, novamente, de ‘Médico e Monstro’, com 335 jardas e 25 passes completos em 48 tentados, incluindo um touchdown e quatro interceptações.

O começo do jogo teve como principal destaque o lado ‘Monstro’ de Jameis Winston. Com muitos buracos na arquibancada, fruto de outra campanha medíocre dos Bucs, o questionado quarterback dos donos da casa demorou apenas duas jogadas para mostrar que ainda sofre protegendo a bola. O passe caiu no colo de Bradley Roby e o cornerback agradeceu, amorteceu, guardou e parou apenas dentro da end zone adversária, transformando a interceptação em sete pontos para os Texans.

Achou ruim? Ficou pior na sequência, com outra interceptação lançada pelo QB dos Buccaners. Justin Reid até levou a bola para a red zone, emulando seu companheiro de defesa, mas uma falta anulou o touchdown e colocou Deshaun Watson em campo pela primeira vez. No entanto, o comandante dos Texans não conseguiu transformar o roubo da bola em sete pontos e, após parar na linha de 14 jardas ao tentar correr na terceira descida, Ka’imi Fairbairn acertou o field goal para colocar o placar em 10 a 0.

A tragicomédia da ofensiva dos Bucs continuou. Winston finalmente cuidou bem da bola, Ronald Jones aproveitou uma avenida para conseguir avanço de 49 jardas mas um holding anulou o que seria uma bem-sucedida tentativa de quarta descida. forçando a franquia da Flórida a colocar Matt Gay em campo. O chute de 54 jardas foi bloqueado, encerrando o drive. Após os Texans falharem no ataque, finalmente os Bucs tiraram o 0 do placar, com Gay conseguindo um chute de 50 jardas para trazer a diferença para sete pontos.

Os turnores continuavam brilhando mais do que os dois times: Duke Johnson sofreu um fumble logo no começo do drive seguinte dos Texans e, quando a cansada defesa dos visitantes voltou a campo, foi para ficar apenas por alguns segundos, com Jonathan Joseph conseguindo a terceira interceptação sobre Winston. Ap[os um punt, Winston voltou a campo e, se houve novo turnover, agora a culpa não foi dele; Peyton Barber deixou a bola escapar enquanto corria, a defesa recuperou e deixou Watson perto da end zone. O QB comandou o ataque pelas 42 jardas que separavam o começo da campanha e a end zone, e o touchdown ficou a cargo de Carlos Hyde, que correu pelo meio da jarda para cumprir a jarda que faltava e trazer a diferença para 14 pontos.

No entanto, a vantagem esvaiu-se rapidamente: com um ataque mais eficiente e seguro, os Bucs anotaram na corrida de quatro jardas de Ronald Jones, concluindo um drive de nove jogadas e, na sequência, Watson errou, lançando uma interceptação no colo de Jamel Dean. O castigo veio a galope, fruto do passe de Winston para Justin Watson, que anotou e colocou o placar em 17 a 17 no intervalo.

O equilíbrio continuou na segunda metade do duelo. Os Texans receberam a posse de bola e marcharam por 73 jardas, utilizando 14 jogadas e chegando à beira da end zone adversária. No entanto, a conexão entre Watson e Duke Johnson falhou na conversão de terceira descida, e os visitantes tiveram de contentar-se com o field goal de Fairbairn. Algo semelhante ocorreu no drive seguinte: os Bucs utilizaram 16 jogadas para cruzar 57 jardas mas, sem sucesso na corrida de Jones em uma terceira descida para uma jarda, Gay foi chamado e acertou o chute de 41 jardas para, novamente, empatar o duelo.

As defesas começaram a prevalecer a partir de então, e apenas no último período o placar foi alterado novamente. Saindo da própria linha de 12 jardas, os Texans encaixaram uma boa campanha. que teve como destaque a recepção de quase 40 jardas de DeAndre Carter. Novamente o time falhou no final, mas a posição foi boa o suficiente para que Fairbairn voltasse ao campo e acertasse um chute de 37 jardas, trazendo o placar para 23 a 20.

O tempo ainda não era um fator quando Winston voltou a campo, mas os Bucs viram-se em uma situação complicada com pouco menos de quatro minutos por jogar e uma quarta descida em território que não permitia sonhar com um field goal. A chamada foi perfeita, mas Cameron Brate dropou o passe, consolidando o turnover on downs e devolvendo a bola para os Texans. Apesar do terceiro sack de Jason Pierre-Paul na tarde, faltou pouco para os visitantes matarem o jogo, mas por uma jarda, o first down virou uma quarta descida, Brad Anger colocou a bola perto da end zone e, com pouco mais de dois minutos no relógio e um tempo para pedir, Winston recebeu mais uma chance.

O quarterback até começou bem, achou uma conexão espetacular com Breshad Perriman mas, voltando no tempo ao primeiro quarto, Jekyll novamente deu lugar a Hyde, e o passe caiu no colo de Jahleel Addae, com o safety concluindo a quarta interceptação da tarde, selando o triunfo por 23 a 20 e confirmando o título da AFC South e o mando de campo na primeira rodada dos playoffs.

Crédito das imagens: Reprodução/Twitter Houston Texans

NFL 2019 – SEMANA 16

Sábado (21/12)

Houston Texans 23 @ 20 Tampa Bay Buccaneers
Buffalo Bills 17 @ 24 New England Patriots
Los Angeles Rams 31 @ 34 San Francisco 49ers

Domingo (22/12)

15h

Jacksonville Jaguars @ Atlanta Falcons
Baltimore Ravens @ Cleveland Browns
New Orleans Saints @ Tennessee Titans
Carolina Panthers @ Indianapolis Colts
Cincinnati Bengals @ Miami Dolphins
Pittsburgh Steelers @ New York Jets
New York Giants @ Washington Redskins

18h05/18h25

Detroit Lions @ Denver Broncos
Oakland Raiders @ Los Angeles Chargers
Dallas Cowboys @ Philadelphia Eagles
Arizona Cardinals @ Seattle Seahawks

22h20 – Kansas City Chiefs @ Chicago Bears

Segunda-feira (23/12)

22h15 – Green Bay Packers @ Minnesota Vikings

Oddsshark