20/02/2020 - 00h28

Giancarlo Stanton: rebateria 80 HRs se soubesse o que bola estava vindo

Jogador dos Yankees ataca jogadores dos Astros pela falta de remorso e transparência

A polêmica dos roubos de sinais do Houston Astros está muito longe de acabar. Nesta quarta-feira (19/02) o defensor externo Giancarlo Stanton, do New York Yankees, entrou para o time de adversários que não deixou barato para os jogadores que foram pegos no esquema em 2017.

“Se eu soubesse o que estava vindo (tipo de arremesso) em 2017, eu teria rebatido 80 home runs.”, declarou Stanton para a jornalista Lindsay Adler, do The Athletic. Em 2017, quando ainda estava no Miami Marlins, o astro teve um aproveitamento de 28,1% no bastão com 59 home runs, o que rendeu o troféu de MVP da Liga Nacional naquele ano.

Stanton não parou por aí. Ele ainda repreendeu os jogadores dos Astros pela falta de remorso e transparência quando falam sobre o escândalo desde que a primeira reportagem sobre o assunto foi publicada em janeiro.

“Eles não tiveram nenhum problema para estar na frente das câmeras e aproveitando todas as luzes quando eles estavam fazendo isso em 2017.”, disse Stanton. “E agora eles têm que se explicar e apontar os dedos.”

As declarações de Stanton seguem o companheiro de Yankees Aaron Judge, que admitiu mais cedo ter apagado um post no Instagram em que parabenizava o segunda base Jose Altuve, de Houston, por ter vencido o prêmio de MVP da Liga Americana em 2017.

ENTENDA O CASO 

A polêmica envolvendo o título da World Series do Houston Astros começou em novembro de 2019, quando o ex-arremessador do Houston Astros Mike Fiers afirmou que o time trapaceou durante a campanha de 2017.

Isso porque, segundo o pitcher, os Astros utilizaram uma câmera para roubar sinais de equipes adversárias. A tecnologia, supostamente utilizada pelo time de Houston, envolveria um aparelho no campo central fornecendo imagens para uma tela instalada no caminho entre o dugout e o vestiário dos Astros. Outra possível evidência apresentada coloca jogadores e outros funcionários da franquia texana “denunciando” certos tipos de arremessos adversários via sinais sonoros.

Em janeiro de 2020, após uma longa investigação, Jeff Luhnow (general manager) e A.J. Hinch (técnico) foram punidos pela MLB e estão proibidos de prestar quaisquer serviços aos Astros ou a outras franquias durante um ano. O time de Houston também levou multa de US$ 5 milhões e perdeu escolhas de Draft.

(Foto: Reprodução/ MLB.com/Yankees)

Oddsshark