06/02/2020 - 15h20

Timberwolves recebem D’Angelo Russell em troca de Andrew Wiggins para os Warriors

Após dias de negociações, Minnesota e Golden State chega a acordo

E o trade deadline da NBA segue pegando fogo. Na tarde desta quinta-feira (06), o Minnesota Timberwolves acertou troca pelo ala-armador D’Angelo Russell, que estava no Golden State Warriors. Em contrapartida, enviam para a Califórnia o ala Andrew Wiggins. Quem informa é Adrian Wojnarowski, da ESPN americana.

Jacob Evans (ala-armador) e Omari Spellman (ala-pivô) também seguem para Minnesota. Já Golden State recebe duas escolhas de Draft: uma protegida de primeira rodada em 2021 e outra de segunda rodada no mesmo ano.

Apesar da negociação entre as equipes ser notória há algumas semanas, rumores apontavam que os Warriors haviam desistido do negócio. De qualquer maneira, D’Angelo Russell era claramente uma moeda de troca da franquia de San Francisco desde que chegou, como parte do negócio que enviou Kevin Durant ao Brooklyn Nets.

Com o retorno próximo de Stephen Curry, dúvidas surgiriam de como seria o encaixe de D-Lo com o duas vezes MVP, ambos armadores. Com Wiggins ocupando a ala, fica mais fácil a montagem do futuro quinteto titular de Steve Kerr, que ainda pode ter a volta em breve de Klay Thompson.

Russell vai para Minnesota para encontrar o amigo pessoal Karl-Anthony Towns, com quem pode formar uma bela dupla. Inclusive, os dois foram as primeiras escolhas do Draft da NBA de 2015 (Towns na 1; Russell na 2, escolhido pelo Los Angeles Lakers). O armador chega com contrato de quatro anos e US$ 117 milhões. Ele tinha em Golden State a melhor média de pontos da carreira, com 23,6, além de 6,2 assistências e 3,7 rebotes.

Já Wiggins, escolha 1 do Draft de 2014, na época pelo Cleveland Cavaliers, tenta deslanchar de vez na carreira, ainda de desempenho discreto. Ele tem nesta temporada médias de 22,4 pontos, 5,2 rebotes e 3,7 assistências. O ala leva para os Warriors um contrato de ainda quatro anos e US$ 122 milhões a receber.

Assista aos jogos da NBA ao vivo, onde estiver, no Watch ESPN. Clique aqui e aproveite sete dias grátis.

*Atualizado em 6 de fevereiro de 2020, às 15h41

(Foto: Divulgação)

Oddsshark