21/01/2020 - 20h37

De modo quase unânime, Derek Jeter é eleito para Hall da Fama

Ex-capitão do Yankees, Derek Jeter integra classe de 2020 do Hall da Fama ao lado de Larry Walker

De modo quase unânime, Derek Jeter é eleito para Hall da FamaEm mais uma votação histórica, cujo resultado foi divulgado nesta terça-feira (21), Derek Jeter – ex-shortstop do New York Yankees – foi eleito com quase 100% dos votos (396 de 397 possíveis) para o Hall da Fama do Beisebol. Lendário capitão dos Yankees de 2003 até 2014, Jeter passou perto de figurar ao lado do histórico fechador Mariano Rivera como os únicos jogadores eleitos com 100% dos votos pela Baseball Writers’ Association of America (BBWAA) até o momento.

Além dele, Larry Walker (ex-outfielder de Montreal Expos, Colorado Rockies e St. Louis Cardinals) também foi escolhido. Walker é o segundo jogador canadense a fazer parte do Hall da Fama, unindo-se a Ferguson Jenkins.

Na cerimônia marcada para o dia 26 de julho, em Cooperstown, também serão homenageados – junto com Jeter eWalker – o ex-catcher Ted Simmons e o ex-diretor executivo da MLBPA (Major League Baseball Players Association) Marvin Miller, eleitos numa votação paralela do HoF.

Derek Jeter (1ª votação, 99,7% dos votos) defendeu apenas os Yankees durante a sua carreira na MLB (1995 a 2014). O shortstop terminou sua passagem pelas Grandes Ligas com 3.465 rebatidas (6ª maior marca da história), 11.195 at-bats, 1.923 corridas, 4.921 bases totais, 2.747 partidas disputadas e 544 rebatidas duplas. “The Captain” nunca disputou um jogo na MLB fora da posição de shortstop, sendo nomeado 14 vezes para o All-Star Game.

Jeter ainda venceu cinco World Series (sendo o MVP da WS de 2000), foi o Rookie of the Year da Liga Americana em 1996, conquistando também cinco prêmios Gold Glove e cinco Silver Slugger, entre outros prêmios. O lendário capitão dos Yankees participou de 158 jogos nos playoffs (33 séries, marcas recordes), obtendo marcas expressivas: 650 at-bats, 111 corridas, 200 rebatidas, 302 bases totais, 32 rebatidas duplas e cinco rebatidas triplas.

De modo quase unânime, Derek Jeter é eleito para Hall da FamaCom passagens por Montreal (1989-94), Colorado (1995-2004) e St. Louis (2004-05), Larry Walker (10ª e última votação, 76,6% dos votos) venceu o prêmio de MVP da Liga Nacional em 1997; Walker também foi o líder de home runs da NL naquele ano.

O canadense, três vezes dono do melhor aproveitamento no bastão em toda a MLB (’98, ’99 e 2001), conquistou sete prêmios Gold Glove, três Silver Slugger e cinco nomeações ao All-Star Game.

O outfielder entrou para o Hall da Fama de Beisebol do Canadá em 2009.

Resultado final:

Derek Jeter: 396 votos (99,7%, eleito)
Larry Walker: 304 votos (76,6%, eleito)

Curt Schilling: 278 votos (70%)
Roger Clemens: 242 votos (61%)
Barry Bonds: 241 votos (60,7%)
Omar Vizquel: 209 votos (52,6%)
Scott Rolen: 140 votos (35,3%)
Billy Wagner: 126 votos (31,7%)
Gary Sheffield: 121 votos (30,5%)
Todd Helton: 116 votos (29,2%)
Manny Ramírez: 112 votos (28,2%)
Jeff Kent: 109 (27,5%)
Andruw Jones: 77 (19,4%)
Sammy Sosa: 55 (13,9%)
Andy Pettitte: 45 (11,3%)
Bobby Abreu: 22 (5,5%)
Paul Konerko: 10 (2,5%)
Jason Giambi e Alfonso Soriano: 6 (1,5%)
Eric Chávez e Cliff Lee: 2 (0,5%)
Adam Dunn, Brad Penny e Raúl Ibañez: 1 (0,3%)
Josh Beckett, Heath Bell, Chone Figgins, Rafael Furcal, Carlos Peña, Brian Roberts e José Valverde não foram votados.

Foto: Reprodução Twitter/MLB

Oddsshark