19/04/2019 - 04h44

Schwartz marca no fim e Blues vencem Jets no jogo 5 de virada

St. Louis Blues vira o 5º jogo no último lance contra o Winnipeg Jets e coloca uma das mãos na vaga para a próxima fase

Na noite desta quinta-feira (18), o St. Louis Blues visitou o Winnipeg Jets em Manitoba, e conquistou uma vitória fantástica por 3 a 2, com gol de Jade Schwartz faltando 15 segundos para acabar o tempo regulamentar. O triunfo traz tranquilidade e coloca a classificação à próxima fase dos playoffs da NHL nas mãos do time dirigido por Craig Berube.

“Nós confiamos uns nos outros, confiamos no sistema e no trabalho coletivo. Quando o time vence, sabemos que todos serão recompensados. Jogamos bem, trabalhamos duro e o gol no power play que nos trouxe o momento do jogo”, disse Schwartz.

Especialistas dizem que os playoffs têm outra pressão, outra atmosfera e muita disputa acirrada. Mas, os Jets mostraram nesta partida um velho problema, que são os gols no último período. Com uma vantagem de dois gols, o time não soube proteger o resultado e sofreu a punição no final, diante de seus torcedores.

O jogo começou quente com um gol de Adam Lowry (1 gol na pós-temporada) logo aos 12 segundos da primeira etapa, após disparo de Brandon Tanev na borda do gelo. O goleiro Jordan Binnington deu rebote e Lowry mandou de canhota para dentro do gol. A torcida foi ao delírio!

Mais para a metade do primeiro tempo, os Jets voltaram a mexer no placar. Kevin Hayes (2) ampliou para os donos da casa em uma jogada quase inteiramente individual. Hayes mostrou muita velocidade e habilidade para deixar os marcadores para trás e ainda limpar goleiro para abrir espaço e bater duas vezes antes de marcar. Os Blues estavam nocauteados.

O segundo período foi mais ameno, com o time de Winnipeg ainda dominando as ações ofensivas mais agudas. Mesmo assim, não foi capaz de aumentar a vantagem no placar por conta de uma infelicidade de Hayes, autor do segundo gol dos Jets. O jogador conseguiu passar por Binnington mais uma vez, porém ao perceber que o disco ainda estava vivo, tentou o empurrar para dentro do gol. O posicionamento ruim impediu que Hayes marcasse. No fim, ele acabou tirando o disco que já corria para cruzar a linha do gol.

Restando pouco tempo no cronômetro, os Blues conseguiram forçar uma penalidade que se estenderia para os primeiros lances do 3º período da partida contra Jacob Trouba.

Ryan O’Reilly (2) não fazia uma boa partida, mas como membro fundamental nos times especiais, ele precisava dar a volta por cima. Foi assim que depois de muita luta no power play, O’Reilly conseguiu vencer Connor Hellebuyck.

O empate dos Blues viria mais tarde com um gol polêmico. Dustin Byfuglien empurrou Oskar Sundqvist contra o gol. O disco passou por debaixo de um defensor antes de chegar macio para Brayden Schenn (1) empatar a partida. As zebras ainda verificaram o lance com a suspeita de que o gol teria se mexido antes de Schenn bater pro fundo da rede, mas logo confirmaram o tento. O momento era todo dos Blues, que chegaram com mais moral nos lances finais da partida.

Os Jets estavam claramente segurando o disco na borda do gelo esperando soar a buzina. O time já havia jogado a toalha quando faltando míseros 15 segundos para terminar a partida, os jogadores dos Blues aproveitaram a situação e subiram a marcação. Roubar o disco na zona ofensiva era tudo que os azuis precisavam fazer, pois estariam muito mais próximos do gol adversário.

O herói da torcida visitante foi Jaden Schwartz (1). O jogador marcou seu primeiro gol nesta pós-temporada depois de uma boa ação ofensiva com Alex Steen e Tyler Bozak. Experiente, Bozak não hesitou em jogar o disco na slot para ver o que poderia acontecer. Com um passe com elevação, a defesa teve dificuldades para se ajustar tão depressa. Schwartz bateu sem deixar para Hellebuyck nenhuma chance de defesa. Um golaço que matou o jogo.

Os Jets não tiveram tempo para uma reação e amarguraram a 3ª derrota para os Blues em 3 jogos em casa nesta pós-temporada. Sem sombra de dúvidas essa vitória escorreu pelos dedos do time de Winnipeg. Agora, os Blues receberão os Jets para o jogo 6 decisivo diante de sua torcida. Um cenário mais favorável para eliminar o adversário da competição. Enquanto isso, Paul Maurice, head coach dos Jets, terá muito trabalho para reagrupar o seu elenco depois deste baque de última hora.

(Foto: Divulgação twitter/St.LouisBlues)

ACOMPANHE AQUI OS MELHORES MOMENTOS:

VEJA OS RESULTADOS DA RODADA DESTA QUINTA-FEIRA:

Washington Capitals 1 @ 2 Carolina Hurricanes

Vegas Golden Knights 3 @ 5 San Jose Sharks

Oddsshark