20/02/2015 - 22h07

Defensor dos Maple Leafs comete gafe em comentário sexista sobre o clube

Morgan Rielly pisou no puck nesta sexta-feira (20) ao dizer que Toronto não é lugar para 'meninas'

(foto CBC.ca)

(foto CBC.ca)

E os conflitos nos bastidores do Toronto Maple Leafs não param. Em sétimo lugar na Conferência do Pacífico com 51 pontos e amargando uma crise que afeta comissão técnica e jogadores, a nova pérola do time envolve uma declaração nada agradável do defensor Morgan Rielly e que atinge o universo feminino.

Durante uma entrevista concedida à TSN Canadá nesta sexta-feira (20), o promissor atleta foi questionado pelo repórter Jonas Siegel sobre a necessidade da equipe apresentar uma melhor ética de trabalho e evitar brigas. Exatamente sobre as confusões, ele acabou alimentando outra ao responder que: “você não está aqui para ser uma menina”.

A trágica escolha de palavras ao tentar transmitir a imagem de força saiu como um tiro pela culatra. Diversos fãs criticaram a atitude sexista do atleta, que voltou atrás e tentou se justificar horas depois.

“Eu gostaria de começar por pedir desculpa a todas as pessoas que feri com meu comentário esta manhã “, disse Rielly. “É uma frase que tem que ser levada para fora do contexto da sociedade e eu sei que não deveria ter usado a mídia para fazer isso. Foi apenas um descuido meu. Eu não quis dizer isso da forma como foi divulgado e sinto muito”, esclareceu.

Mesmo com a resposta, no twitter do jornalista Jonas Siegel, algumas torcedoras destacaram a atrapalhada do atleta. “Morgan Rielly claramente não interage muito com mulheres”, disparou uma fã indignada.

Para tentar espantar esse furacão instaurado em Toronto, os Maple Leafs encaram hoje o Carolina Hurricanes em busca de um resultado positivo.

Oddsshark