19/02/2020 - 01h17

Brock Boeser perderá oito semanas por conta de uma fratura na costela

Boeser vinha sendo importante para os Canucks, mas por conta de uma lesão na costela, sua temporada está ameaçada

Mesmo em uma divisão tão forte quanto a do Pacífico, o Vancouver Canucks está em uma grande fase na liga, colocando-se em terceiro lugar com 69 pontos, entretanto, os torcedores do time canadense podem se preocupar com a notícia desta quarta-feira (19). Segundo o gerente geral dos Nucks, Jim Benning, o ala-direito Brock Boeser perderá pelo menos oito semanas por conta de uma fratura na cartilagem da costela e tem risco até de perder a temporada toda.

Boeser está afastado desde o dia 8 de fevereiro, quando se lesionou na derrota para o Calgary Flames por 6 a 2. São 45 pontos (16 gols, 29 assistências) em 56 partidas disputadas, jogando ao lado de Elias Pettersson e J.T. Miller. “Parece que será mais serio do que pensávamos inicialmente”, disse Benning. “Boeser pode até perder o restante da temporada”

Os Nucks deram originalmente apenas três semanas fora do gelo para Brock, mas após feita a ressonância, identificaram que era bem mais severa a lesão. Justamente pensando nisso que Benning trouxe o ala-direito Tyler Toffoli, em uma troca com o Los Angeles Kings, na última segunda-feira (17).

“É uma lesão de oito semanas”, disse Benning, “então queríamos ter certeza de que… nós estávamos preparados para repor à altura. Nossos jogadores trabalharam duro, nossos treinadores trabalharam duro esta temporada, para os torcedores acreditarem no nosso esforço para chegar até os playoffs, então isso era o mínimo que podíamos fazer”.

A franquia de Vancouver tem mais preocupações. Além da lesão de Boeser, o ala-esquerdo Micheal Ferland, com problemas de concussão e Josh Leivo, lidando com uma fratura na rótula, estão fora da temporada. Ferland vinha de 14 jogos com um gol e quatro assistências. Leivo acumulava 36 jogos disputados para 19 pontos (sete gols, 12 assistências).

“Eu sinto por [Ferland], ele trabalhou duro e quer voltar a jogar”, disse o técnico de Vancouver, Travis Green, após o treino de sábado. “Você sente muito por um atleta quando ele trabalha tão duro. Quanto a treinador e jogador, você sente bastante sua ausência.”

(Crédito na foto: Reprodução/Site Oficial da NHL)

Oddsshark