20/01/2020 - 01h37

Após bronca da avó, Kotkaniemi diz que não pretende lutar novamente na NHL

Central dos Habs, Kotkaniemi diz que avó pediu para que ele não brigue mais

Na vitória do Montreal Canadiens sobre o Philadelphia Flyers na última quinta-feira, não apenas o resultado do time canadense chamou a atenção do mundo do hóquei. Após Ryan Poehling ser atingido por Robert Hagg com uma trombada alta, o companheiro de Poehling Jesperi Kotkaniemi enfrentou o defensor dos Flyers em sua primeira luta na NHL, tentando defender seu companheiro.

Surpreendentemente, o jogador de 19 anos não apenas foi bem, mas conseguiu atingir Hagg algumas vezes, vencendo a luta. Após o treino deste sábado, Poehling e o técnico da equipe, Claude Julien, conversaram sobre a briga, que resultou em 17 minutos de penalidade para o central dos Habs.

“No momento eu não vi o que aconteceu,” analisou Poehling em entrevista à TSN do Canadá. “Depois olhei para o telão e vi Jesperi lutando e comecei a rir. Depois da partida assisti à luta toda e fiquei impressionado com sua atuação.”

“Eu não tenho problemas com um atleta protegendo seu companheiro,” disse Julien. “Mas é claro que é algo que não esperamos dele, isso não faz parte do seu jogo. Mas é bom saber que ele consegue se segurar em uma disputa como essa.”

Até mesmo a avó de Kotkaniemi, draftado com a terceira escolha em 2018, fez questão de advertir o neto após a partida. “Acabei de receber uma mensagem da minha avó me dizendo para não fazer mais isso,” disse o central finlandês, levando os presentes a gargalhadas.

(Crédito na foto: Reprodução/Site Oficial da NHL)

Oddsshark