27/03/2019 - 18h50

Suh não deve permanecer nos Rams em 2019, diz gerente geral da franquia

Defensive tackle deve seguir como um free agent e buscar espaço em outra equipe da NFL

O defensive tackle Ndamukong Suh segue disponível na free agency. O gerente-geral do Los Angeles Rams, Les Snead, disse nesta terça-feira (26) no Encontro Anual da Liga, em Phoenix, que a saída de Suh está “praticamente garantida”, de acordo com Lindsey Thiry, da ESPN. 

“Com base no fato das nossas restrições orçamentárias este ano, provavelmente não cabe em nosso orçamento”, disse Snead.

Suh, que ocupa o 12º lugar na lista dos 101 melhores free agents da NFL.com, esteve na mesma situação no ano passado antes de assinar um contrato de US$ 14 milhões com os Rams.

O veterano provavelmente iria exigir um contrato de alto nível, mas os Rams estavam ocupados durante a primeira onda da free agency com as contratações do safety Eric Weddle, o linebacker Clay Matthews e o quarterback Blake Bortles, além da renovação do linebacker Dante Fowler.

Os movimentos feitos até a manhã desta quarta-feira deixaram os Rams com US$ 4,5 milhões em espaço disponível no teto salarial.

E esse número não representa muita margem de manobra ao considerar que o head coach Sean McVay disse na terça-feira que a equipe “absolutamente” quer priorizar o cornerback Marcus Peters com uma extensão contratual. Peters entra em 2019 no último ano de seu contrato, que paga um salário base de US$ 9 milhões.

Suh, de 32 anos, três vezes All-Pro em sua carreira de nove anos, apareceu em todos os 16 jogos dos Rams na temporada passada. Ele também apareceu bem durante a pós-temporada e mostrou que ainda pode se apresentar em alto nível, ajudando a equipe de LA a chegar ao Super Bowl LIII .

(Foto: Jamie Squire/Getty Images)

Oddsshark