01/05/2020 - 18h16

“Sou desejado”, afirma Brandin Cooks sobre terceira troca na carreira

Para o wide receiver otimista, as constantes negociações das franquias com ele mostram seu valor e nível elevado

FOXBORO, MA - SEPTEMBER 07: Brandin Cooks #14 of the New England Patriots runs with the ball during the first half against the Kansas City Chiefs at Gillette Stadium on September 7, 2017 in Foxboro, Massachusetts.O wide receiver Brandin Cooks afirmou nesta quinta-feira (30) que interpretou a própria troca do Los Angeles Rams para o Houston Texans como um reconhecimento das franquias por seu talento. É a terceira vez na carreira que este tipo de negociação acontece com Cooks.

“Eu vejo isso com positividade e que sou desejado, valorizado e continuo em alto nível. Você pega todas as trocas e todas elas foram por um [jogador de] primeira rodada e essa por um [jogador] de segunda rodada”, disse Cooks. “Para ser honesto com você, eu sou grato em ser capaz de estar por aí e jogar em tantos times diferentes, quarterbacks diferentes e organizações diferentes”.

Cooks foi selecionado pelo New Orleans Saints no Draft da NFL de 2014. Após três temporadas na franquia, o wide receiver foi trocado para o New England Patriots, time no qual permaneceu apenas um ano antes de ser enviado para os Rams.

“Eu sou um cara que me ajusto em qualquer lugar que vou, como gosto de dizer para as pessoas, vou para jogar. Então não estou preocupado [com trocas]”.

Com exceção das temporadas de 2019 e a de 2014, quando foi calouro, Cooks sempre superou a marca de 1.000 jardas em recepções. Segundo o wide receiver, situações que aconteceram dentro de campo no ano passado não representam o tipo de jogador que ele é.

“Eu acho que muitas nuances aconteceram ano passado. Não só para mim, mas em uma perspectiva do time, nós enfrentamos muitas coisas. No final das contas, eu lidei como algumas coisas no campo. Mas isso não vai mostrar o tipo de jogador que eu sou, a produção que eu tive em diferentes anos desde que entrei na liga.”

Perguntado sobre as concussões do wide receiver, o treinador dos Texans, Bill O’Brien, explicou que o recebedor perdeu apenas dois jogos desde 2015 e que essa questão foi colocada à mesa durante as negociações para a troca com os Rams. Para Cooks, as concussões não são um problema e ele afirma que apenas deseja voltar a jogar.

(Foto: Adam Glanzman/Getty Images)

Oddsshark