NFL

21/02/2020 - 00h15

Sean Payton comenta decisão do retorno de Drew Brees e o futuro de Taysom Hill

Em entrevista, treinador dos Saints declarou que acordo com Hill dará 'mais trabalho' do que o contrato de Bress

Taysom Hill e Drew Brees juntos na sideline do New Orleans SaintsQuando Drew Brees anunciou que voltaria para a temporada 2020, a mensagem transmitida não incluía preocupações sobre a concretização de um novo contrato. O futuro membro do Hall da Fama não tem acordo assinado com o New Orleans Saints, mas disse que só quer atuar na franquia da Lousiana.

Na última quarta-feira, Sean Payton concedeu uma entrevista na Rádio WWL em Nova Orleans, foi questionado se havia alguma dúvida de um retorno do QB para 2020 e propôs que o novo acordo fosse nos moldes do contrato antigo.

“Toda vez que esse assunto surgiu – e surgiu várias vezes – … eles estão trabalhando em um contrato e sempre conseguem fazer isso de maneira eficiente”, disse Payton. “Acho que desta vez não vai ser diferente”, completou.

Taysom Hill foi o próximo assunto, falando especificamente sobre a proposta que poderia ser colocada no iminente agente livre restrito. O head coach falou sobre as duas maneiras pelas quais os Saints poderiam agir sobre isso, com a primeira sendo a equipe fechando uma extensão de contrato e a segunda, sem chegar a esse ponto.

“Se ele não assinar antes do início da temporada, eu anteciparia que prestaríamos muita atenção a isso e analisássemos a proposta da primeira rodada (para renovação)”, disse Payton sobre Hill. “Isso levará algum tempo, em relação ao contrato dele, porque ele é único no que ele está fazendo agora e no que sentimos que ele pode ser e o que pode fazer quando Drew se aposentar. Portanto, provavelmente será necessário um pouco mais de trabalho do que o contrato que Mickey [Loomis] faz com Drew”, acrescentou.

Hill disse que não tem pressa em deixar Nova Orleans e vai ver como o processo se desenrola para ele. É claro que ele fez um forte vínculo com Brees, e Payton também foi rápido em elogiar o quão boas são as opções de quarterbacks da equipe, que também incluía o livre agente irrestrito Teddy Bridgewater.

“Ele (Hill) é certamente alguém que avaliamos em primeiro lugar como QB e, em segundo lugar, ele fez um bom trabalho e realmente cresceu. Ele pode correr, entende o jogo. Ele é explosivo com a bola nas mãos e, por fim, é claro, quando está entrando no jogo como uma mudança, seja com Drew no campo ou não, na posição de quarterback oferece muita flexibilidade. Honestamente, é divertido trabalhar com isso, porque você pode pensar em muitas coisas diferentes que podem ajudá-lo em relação a esse plano de jogo e vencer nesse jogo específico. Temos sorte dessa maneira”, declarou o treinador.

A forma como o contrato de Hill está estruturado dirá aos torcedores sobre quanto tempo os Saints acreditam que Brees continuará a jogar, e como Payton acredita que Hill está pronto para assumir o controle.

Foto: Reprodução Twitter/Around The NFL

Oddsshark