NFL

21/02/2020 - 01h49

Proprietários das franquias aprovam termos do novo acordo trabalhista da NFL

Donos dos times da liga votam a favor dos termos em negociação de novo acordo coletivo de trabalho com a NFLPA

Proprietários da NFL aprovam novo acordo trabalhista com a NFLPAO primeiro passo para que seja firmado um novo acordo coletivo de trabalho entre a NFL e os jogadores da liga foi dado. Nesta quinta-feira (20) os donos das 32 franquias aceitaram os termos propostos para a renovação do contrato entre a National Football League e NFL Players Association (NFLPA) e encaminharam o trato para que os representantes dos jogadores possam aprovar.

Todos os proprietários se reuniram em Nova York para votarem na atualização da proposta atual, que é vigente até o fim da temporada 2020. Ao menos 22 dos 32 donos dos times tiveram que aprovar o novo CBA (collective bargaining agreement) para que ele fosse validado, já que aprovação não foi unânime, de acordo com uma fonte do jornalista Adam Schefter, da ESPN americana. Logo após a votação, a NFL soltou uma nota oficial.

“Após mais de dez meses de negociações intensivas e minuciosas, os jogadores e franquias da NFL desenvolveram juntos um conjunto abrangente de termos novos e revisados ​​que transformarão o futuro do jogo e proporcionarão aos jogadores – passado, presente, e futuro -, dentro e fora do campo, garantias de que o segundo século da NFL seja ainda melhor e mais emocionante para os fãs.

Os membros votaram hoje para aceitar os termos negociados sobre os principais elementos de um novo Acordo Coletivo de Trabalho. A Associação de Jogadores também precisará votar para aprovar os mesmos termos para que haja um novo acordo.

Como os clubes e jogadores precisam ter um sistema em funcionamento e conhecer as regras sob as quais eles operarão até a próxima semana, a associação também aprovou seguir até o final do ano com o CBA de 2011, se os jogadores decidirem não aprovar os termos negociados no momento. Por respeito ao processo e aos nossos parceiros da NFLPA, não teremos mais comentários no momento”.

Os representantes da equipe da NFLPA e o conselho executivo do sindicato, que planejavam uma reunião na sexta-feira (21) em Washington DC sobre o tema, agora devem realizar uma teleconferência em vez de se encontrarem pessoalmente. Essa chamada pode resultar em uma votação sobre a aprovação ou rejeição da oferta dos proprietários. Se dois terços dos representantes dos jogadores da NFLPA aprovarem o acordo, ele passará para a próxima etapa, na qual todos os jogadores da NFL votarão e será necessária uma maioria simples de 50% mais um para aprová-lo.

Fontes disseram anteriormente para a ESPN norte-americana que o novo acordo permitiria para a NFL expandir a temporada regular de 16 jogos para 17 em algum momento nos próximos quatro anos (não antes de 2021) em troca de concessões financeiras e outros desejos que os jogadores buscaram nas negociações. Uma das concessões é que a pré-temporada seja reduzida. Além disso, fontes afirmaram que, a partir de 2020, os playoffs da NFL seriam expandidos para sete equipes de cada conferência, e apenas uma equipe de cada conferência receberia descanso na fase de wild card, ao contrário dos dois por conferência feito atualmente.

O desejo da liga de expandir a temporada regular foi recebido com forte oposição de muitos jogadores, que veem a temporada ampliada como um aumento desnecessário no risco à saúde e segurança dos jogadores. Mas os líderes sindicais divulgaram aos jogadores os benefícios do novo acordo proposto, que inclui uma porcentagem maior da receita da liga destinada aos jogadores, melhorias na política de drogas e disciplina, salários mínimos mais altos, pisos salariais por equipe mais altos e uma offseason menos rígida às atividades oficiais.

O novo CBA, se aprovado pelos jogadores, poderá entrar em vigor a tempo do início oficial da temporada 2020 da liga, no dia 18 de março, alterando potencialmente o teto salarial e a free agency. O atual contrato entre a NFL e a NFLPA expira após a temporada de 2020.

(Foto: Reprodução Twitter/Around The NFL)

Oddsshark