NFL

Oferecimento      
15/01/2020 - 11h18

Kevin Stefanski enfatiza ‘liderança’ em apresentação no Cleveland Browns

Browns apresentam Stefanski, que chega falando em liderança e títulos

O Cleveland Browns apresentou Kevin Stefanski como seu novo treinador a uma sala de imprensa lotada dentro do FirstEnergy Stadium nesta terça-feira (14). A contratação de Stefanski foi o resultado de um processo que incluiu entrevistar oito candidatos e falar com um extenso número de referências, como parte de um esforço para evitar erros do passado e reunir todas as forças de influência em uma visão clara, começando com o treinador à frente.

“Meu estilo de liderança é ser autêntico. Eu serei eu”, disse Stefanski. “E acho que isso é bom o suficiente e vou ser direto com nossos jogadores e eles vão me conhecer e vou conhecê-los. Quero liderar do ponto de vista do relacionamento; quero que eles entendam o que eu estou falando, não haverá erros, assim como hoje, estou pronto, disposto e animado para liderar. E também estou pronto e disposto a dar um passo atrás e deixar o sucesso e iluminar nossos jogadores, que é onde deveria estar”.

Stefanski está focado em garantir que a comunicação, o entendimento e a execução sejam resultado de um esforço colaborativo de cima para baixo, uma meta que a franquia deseja alcançar após anos de conflito interno. Isso ficou evidente nos sorrisos nos rostos dos proprietários dos Browns, Dee e Jimmy Haslam, e do diretor de estratégia Paul DePodesta, entre outros durante a apresentação de Stefanski.

Tal esforço será fundamentado em um foco diário, disse Stefanski: trabalho silencioso, consistente e implacável. “Não vou me levantar aqui e fazer previsões ousadas sobre o que vamos fazer este ano”, disse Stefanski. “Só posso prometer que vamos trabalhar. Já falei com alguns de nossos jogadores e é disso que estou falando”.

Ele prosseguiu: “Seremos metódicos sobre isso. Não pularemos as etapas 2 e 3 para chegar a 4. E quando eu estou falando sobre isso, estou falando sobre esquemas e técnicas. Seremos diligentes ao trabalhar com nossos jogadores para que eles possam se desenvolver nas melhores versões de si mesmos. E, finalmente, estamos construindo uma base para que possamos vencer um campeonato. Teremos uma cultura de responsabilidade”.

Stefanski passou a segunda-feira nas instalações da equipe, acreditando que os Browns “têm as pessoas certas” no prédio. Eles ainda terão que adicionar mais pessoas ao novo projeto, começando com uma comissão técnica e um general manager. Espera-se que essas contratações ocorram nas próxima duas semanas, pois as entrevistas já estão agendadas.

O novo head coach teve a chance de ganhar esse emprego em Cleveland no ano passado. Ele foi finalista, mas não ganhou o emprego, já que o ex-general manager dos Browns, John Dorsey, escolheu Freddie Kitchens em vez de Stefanski. Com ambos agora saindo da organização, Stefanski não está preocupado com o motivo de ter sido bom o suficiente apenas na segunda vez. “Estou indiferente e destemido”, disse ele. “E acho que o desafio está aí e mal posso esperar para fazer parte dessa mudança.”

Stefanski também respondeu a perguntas sobre Baker Mayfield e o ataque disfuncional dos Browns em 2019. “Vou apenas dizer que o conjunto de habilidades que nosso quarterback possui é legítimo”, disse o técnico. “Ele é tão preciso quanto parece. Acho que há muitas coisas que faremos em termos de esquema para facilitar a vida dele. Ansioso pelo salto que esse garoto vai dar. Ele é um jogador muito jovem e os caras que eu tenho por perto, quando eles começarem a se interessar por isso e a entender os porquês e os conceitos que estamos ensinando; eu realmente acho que esse garoto tem uma chance de decolar.”.

(Foto: Reprodução Twitter/Cleveland Browns)

Oddsshark