NFL

10/05/2019 - 19h36

Jason Pierre-Paul não fará cirurgia para tratar lesão no pescoço

Defensive end do Tampa Bay Buccaneers não passará por tratamento cirúrgico após sofrer fratura na vértebra

Após procurar e escutar opiniões de médicos diferentes sobre sua lesão no pescoço, o defensive end do Tampa Bay Buccaneers Jason Pierre-Paul decidiu nesta sexta-feria (10) que não passará por um procedimento cirúrgico para tratar sua fratura na vértebra sofrida em um acidente de carro no começo do mês. A informação é de uma fonte do insider da NFL Network Ian Rapoport.

Pierre-Paul ainda corre o risco de ficar fora de toda a temporada 2019 da NFL e, caso optasse pela cirurgia, o defensor dos Buccaneers só voltaria a jogar em 2020. Contudo, os médicos consultados pelo camisa 90 garantiram que o tratamento não-cirúrgico seria a melhor opção para que o DE pudesse atuar ainda este ano.

Segundo informações do jornalista Tom Pelissero, também da NFL Network, o plano médico é reavaliar as condições da fratura em quatro meses. E três médicos independentes disseram a JPP que a lesão se curará por conta própria e o cronograma é de cinco a seis meses, se não antes.

O head coach de Tampa Bay, Bruce Arians, disse em entrevista nesta sexta-feira que a equipe está esperando que Pierre-Paul não perca a temporada de 2019 e possa retorna o mais rápido possível. “Cruzamos os nossos dedos e  estamos orando por ele”, afirmou Arians ao jornalista Rick Stroud, do Tampa Bay Times. “É lamentável o que aconteceu. E tudo o que podemos fazer é rezar e esperar pelo melhor, além de esperar que seja uma daquelas coisas que se resolva em cinco ou seis meses”.

Jason Pierre-Paul sofreu a lesão no pescoço quando perdeu o controle de seu veículo e bateu em uma barreira de concreto em uma rodovia da Flórida. O relatório da polícia local disse que Pierre-Paul relatou inicialmente sua condição física como “aparentemente normal”. Ele foi encaminhado ao hospital e liberado em menos de 24 horas.

Ao saber da fratura na vértebra, acreditava-se que o defensive end iria perder a temporada de 2019 da liga e desfalcar a defesa dos Bucs. O veterano de 30 anos liderou a equipe no ano passado em sacks, derrubando o quarterback adversário 12,5 vezes.

Sua ausência, mesmo que por um período curto, deve ser um duro golpe para uma unidade com poucos pass-rushers eficientes além de Gerald McCoy, que pode estar de saída da franquia em breve.

(Foto: Reprodução Twitter/NFL)

Oddsshark