16/09/2018 - 18h23

Em tarde mágica de Fitzpatrick, Buccaneers vencem Eagles com autoridade

Quarterback dá um verdadeiro show, Bucs superam Eagles jogando em casa e seguem invictos

Fitzpatrick dá show e Bucs vencem

Não sei você, mas eu acredito em mágica. E mais uma prova da veracidade da arte milenar se deu no Raymond James Stadium na Flórida, neste domingo (16). Ryan Fitzpatrick ligou o modo “Deus” e em tarde digna de quarterbacks lendários como Tom Brady, Joe Montana e Tim Tebow, colocou o Tampa Bay Buccaneers nas costas e levou a equipe a vitória sobre o Philadelphia Eagles por 27 a 21.

“Fitzmagic” conseguiu 402 jardas aéreas, lançando quatro touchdowns e um interceptação. Em 33 tentativas de passe, 27 tiveram o destino perfeito. Mais uma atuação de gala do “Messias” da NFL, que na última semana já havia dado uma prova de suas capacidades contra o New Orleans Saints, tendo lançado também quatro TDs.

O jogo já começou quente. Logo após o kickoff, bola para os Bucs. E Fitz mostrou que o dia era dele. Lançamento perfeito para DeSean Jackson, que mostrou que a lei do ex vale para a NFL também. Recebeu a bola pela direita, cortou para o meio, driblou Jalen Mills e fez o estádio vir abaixo, 7 a 0.

A mágica de Fitzpatrick

As defesas passaram a segurar os ataques na sequência. Até que Nick Foles, que lançou 334 jardas e um touchown no jogo, sofreu um fumble, recuperado por Carlton Davis. O problema é que os donos da casa não aproveitaram. Fitz conectou O.J. Howard, que ao receber a bola viu Rodney McLeod bater nela e a pelota subir. Ronald Darby, que não é bobo, recuperou a posse para os Eagles.

Após a interceptação, os visitantes não capitalizaram imediatamente. Mas com a moral renovada, o time conseguiu o empate com uma corrida de 15 jardas de Corey Clement. O problema é que a mágica deu as caras no estádio mais uma vez. Do mesmo ponto do primeiro TD, Fitzmagic conectou Howard, que dessa vez não perdoou. Tirou a marcação pelo meio e contou com ótimo bloqueio de Chris Godwin para dar a vantagem aos anfitriões, 13 a 7, já que o extra point não foi bom.

Antes do intervalo, mais duas ações importantes. Fitzpatrick encontrou Chris Godwin pelo meio em belo passe e com o acerto do chute extra, 20 a 7. Os Eagles poderiam ter ido para o intervalo com uma diferença menor, porém Jake Elliott não converteu um field goal de 42 jardas.

Na volta do vestiário, os Bucs voltaram no mesmo ritmo. Após recuperar a posse, o time mais uma vez chegou à área pintada. Mike Evans entrou pelo único espaço disponível na defesa e Fitz o encontrou. Lançamento de quatro jardas e placar dilatado, 27 a 7.

Philadelphia tentava em vão avançar com passes pela defesa de Tampa Bay. Quando começou a mesclar melhor os passes com corridas curtas, o time evoluiu. E no finzinho do terceiro quarto, mais precisamente com nove segundos no relógio, Jay Ajayi correu para duas jardas e diminuiu a diferença para 27 a 14.

Mike Evans sofreu um fumble na campanha seguinte, recuperado pelos visitantes. Só que os Eagles não conseguiram mais uma vez capitalizar no erro dos donos da casa. A diferença só foi cortada mais uma vez próximo ao two minute warning. Novamente na linha de duas jardas, os Eagles dessa vez optaram por um passe. E foi com sucesso. Nelson Agholor recebeu o passe e deixou tudo em aberto, 27 a 21.

Você diria não a este homem???

Com pouco tempo no relógio, a defesa visitante até conseguiu recuperar a bola. Foles teria apenas 19 segundos para cruzar o campo. Depois de não conseguir completar o passe, o time foi para o spike. E com apenas três segundos, começou o show de rúgbi. O problema foi que os Eagles sofreram um fumble que foi recuperado por Lavonte David. Vitória de Tampa Bay, 27 a 21. Mais um show do melhor quarterback da NFL até aqui.

Ironias à parte, a situação de Jameis Winston é complicada. Ainda com um jogo a cumprir de suspensão, o antigo titular assiste Ryan Fitzpatrick vir de jogos sólidos e ter chances reais de seguir como titular dos Bucs. A bola está com Dirk Koetter.

Na próxima rodada, Tampa Bay (2-0) encara Pittsburgh Steelers, no dia 24/9, no Monday Night Football. Já o Philadelphia Eagles (1-1) tentará se recuperar no próximo domingo, dia 23/9, contra o Indianapolis Colts.

Foto: Twitter / Tampa Bay Buccaneers

CONFIRA OS JOGOS DA SEMANA 2 DA NFL

Quinta-feira (13/09)

Baltimore Ravens 23 @ 34 Cincinnati Bengals

Domingo (16/09)

Carolina Panthers 24 @ 31 Atlanta Falcons
Los Angeles Chargers 31 @ 20 Buffalo Bills
Minnesota Vikings 29 @ 29 Green Bay Packers (OT)
Cleveland Browns 18 @ 21 New Orleans Saints
Miami Dolphins 20 @ 12 New York Jets
Kansas City Chiefs 42 @ 37 Pittsburgh Steelers
Philadelphia Eagles 21 @ 27 Tampa Bay Buccaneers
Houston Texans 17 @ 20 Tennessee Titans
Indianapolis Colts 21 @ 9 Washington Redskins
Arizona Cardinals 0 @ 34 Los Angeles Rams
Detroit Lions 27 @ 30 San Francisco 49ers
New England Patriots 20 @ 31 Jacksonville Jaguars
Oakland Raiders 19 @ 20 Denver Broncos
New York Giants 13 @ 20 Dallas Cowboys – SNF

Segunda-feira (17/09)

21h15 – Monday Night Football:

Seattle Seahawks @ Chicago Bears

Oddsshark