28/04/2019 - 23h06

Draftado pelos Giants, Corey Ballentine é baleado em tiroteio

Novo reforço dos Giants ficou ferido e jogador universitário acabou morto

Uma tragédia envolveu na madrugada deste domingo (28) Corey Ballentine, cornerback selecionado pelo New York Giants no terceiro dia do Draft. O defensor foi baleado em um tiroteio na cidade de Topeka, Kansas, e foi levado a um hospital. No mesmo incidente, morreu o defensive back Dwane Simmons, de 23 anos, que era colega de Ballentine na universidade de Washburn, que joga a segunda divisão universitária.

Não há detalhes muito claros sobre o que ocorreu de fato e por que os dois atletas estavam juntos no local. Fato é que Ballentine, poucas horas depois de ser escolhido na 6ª rodada do Draft, pick 180, pelos Giants, acabou ferido e não corre risco de morte de acordo com a polícia local.

Em comunicado oficial, o presidente de Washburn, Jerry Farley, lamentou a situação e a perda de Simmons. “Tanto Dwane quanto Corey foram grandes exemplos e representantes do time de futebol americano e da universidade de Washburn em geral. Este é um terrível modo de terminar um dia que deveria ser de celebração e um dia para estar ansioso pelo próximo ano de Dwane em Washburn e o começo da carreira profissional de Corey”.

Os Giants também se manifestaram oficialmente em comunicado. “Estamos ciente da trágica situação e continuamos reunindo informações. Conversamos com Corey e ele está se recuperando no hospital. Nossos pensamentos estão com a família de Dwane Simmons, amigos e colegas de time e toda a comunidade de Washburn”, diz a nota.

Corey Ballentine, que foi um dos três jogadores da Divisão II que jogou o Senior Bowl este ano, havia se pronunciado via Twitter antes da tragédia, demonstrando muita alegria pela chance na NFL. “É tudo um grande sonho até você conseguir isso. Eu não posso sequer explicar as emoções que sinto agora”, celebrou na rede social.

(Foto: Reprodução Twitter/New York Giants)

Oddsshark