13/04/2020 - 22h01

DE Arik Armstead se diz surpreso com ida de DeForest Buckner aos Colts

Companheiros desde os tempos de Oregon, Armstead admitiu que vai sentir falta de um dos seus melhores amigos

A inter-temporada de Arik Armstead, defensive end do San Francisco 49ers, tem sido uma verdadeira montanha-russa de emoções.

O jogador estendeu seu vínculo com a franquia da Bay Area por cinco anos e US$ 85 milhões, mas viu seu companheiro de longa data DeForest Buckner ser trocado para o Indianapolis Colts em uma negociação surpreendente.

“Eu nunca suspeitei que Buckner pudesse ser trocado. Assinei minha renovação e pouco tempo depois fiquei sabendo que ele iria para os Colts. Foi um choque”, Armstead disse sobre o DT em entrevista à rádio KNBR 680.

Indianapolis cedeu sua escolha de primeira rodada do próximo Draft por Buckner, oferecendo-lhe quatro anos de contrato e US$ 84 milhões.

Apesar da surpreendente partida de seu companheiro de linha defensiva, Armstead afirmou que o importante é vê-lo feliz:

“Foi uma surpresa não só para mim. Buckner era um dos líderes do nosso time e um cara excepcional fora de campo. Ninguém esperava por essa troca, mas estou muito feliz por ele. Temos treinado juntos nesta inter-temporada e pudemos conversar bastante sobre isso. Deus sempre sabe o que faz e acreditamos que tudo acontece por alguma razão”, disse Armstead.

Questionado sobre como vai reagir em não mais atuar ao lado do melhor amigo desde os tempos de college football, Armstead admitiu que vai sentir falta do companheiro, mas ressaltou que os Colts vão ganhar um belo jogador:

“Vai ser muito estranho não ter Buckner ao meu lado. Nós estivemos juntos por oito anos. Desde o sonho daqueles garotos se tornarem profissionais até chegarmos juntos ao Super Bowl. Tenho certeza que ele continuará fazendo grandes jogadas e ajudando sua nova equipe. Os Colts terão um ótimo jogador em sua linha defensiva. Estou muito feliz por ele”.

Armstead e Buckner atuaram juntos desde 2012, quando os dois formavam a linha defensiva da Universidade de Oregon. Quis o destino que a parceria durasse um pouco mais. Os 49ers selecionaram os dois jogadores na primeira rodada do NFL Draft de 2015 e 2016, respectivamente. Nas últimas quatro temporadas, a dupla combinou 45,5 sacks e 111 pressões no quarterback adversário.

Se os Niners pretendem ser postulantes ao título novamente, será sem um dos pilares da dominante defesa de 2019. Entretanto, a franquia californiana estará em boa posição no próximo Draft e terá à disposição duas escolhas de primeira rodada pela terceira vez nas últimas cinco temporadas. Com a 13ª e 31ª escolhas, John Lynch e Kyle Shanahan terão ótimas opções para arrumar o time de olho no próximo Super Bowl.

(Foto: Reprodução Twitter/49ers)

Oddsshark