10/11/2019 - 19h17

Com virada no final, Buccaneers batem Cardinals e voltam a vencer

Bucs reencontram o caminho das vitórias com sofrimento e jogo muito disputado em casa

Foi sofrido. Com virada no final. O Tampa Bay Buccaneers voltou a vencer na NFL! Jogando em casa, os Bucs receberam o Arizona Cardinals e com bom jogo coletivo, bateu os rivais por 30 a 27 neste domingo (10). A equipe estava havia quatro jogos sem sentir o gosto da vitória. Enormes questionamentos rondavam o trabalho de Jameis Winston, que não foi tão bem, e do técnico Bruce Arians.

Winston terminou o duelo com 358 jardas, um touchdown e duas interceptações. O quarterback conseguiu alguns bons momentos, mas sofreu em parte do jogo. Peyton Barber e Ronald Jones II anotaram um touchdown terrestre cada. Do outro lado, Kyler Murray terminou com três touchdowns lançados, mas uma interceptação. Além disso, o QB acumulou 324 jardas aéreas e 38 terrestres.

O confronto começou animado. Pelo menos para os Cardinals. A bola era de Tampa Bay, que estava em uma terceira para sete. Winston tentou um passe alto pela direita para Chris Godwin, só que Byron Murphy Jr. estava muito atento ao lance. Com leitura perfeita, o cornerback interceptou a bola com facilidade. Só que os visitantes não conseguiram nada além de um field goal no alvo de Zane Gonzalez, para 37 jardas.

Pare Jones se puder:

Os anfitriões conseguiram uma resposta rápida. Muito graças à disposição de Ronald Jones II e pelo talento de Mike Evans. Durante a campanha, Winston acertou bom passe para Jones, que fez as vias de recebedor, para 17 jardas. Pouco depois, Evans demonstrou que poderia muito bem estar na NBA ao voar para conseguir fazer uma recepção que foi crucial para manter o drive vivo. Na sequência, Jones usou toda a força de seu inesgotável motor e correu para sete jardas trombando com a defesa, 7 a 3.

De volta com a posse, os Cardinals voltaram a utilizar dos trabalhos de Gonzalez. Ao final do primeiro quarto, o time cometeu faltas seguidas, complicando Murray. O QB só conseguiu posicionar o time na linha de 36 do ataque e o kicker mandou no alvo mais um chute, agora de 54 jardas. Só que os donos da casa voltaram a dilatar a vantagem, também via field goal, com Matt Gay para 30 jardas, 10 a 6.

Antes do intervalo, Kyler Murray deu um pouco mais de ação ao duelo. O quarterback começou uma campanha no segundo quarto com as costas para a parede. Só que num lance muito veloz, Murray se livrou da defesa com as pernas e avançou 32 jardas. Para somar ao drive miraculoso dos Cards, o QB encontrou Larry Fitzgerald que numa recepção espetacular, com uma mão amortecendo e depois recuperando a posse, manteve o time vivo. Vivo o suficiente para que Murray soltasse uma linda bomba no colo de Christian Kirk, para 33 jardas e o touchdown. Virada para Arizona que colocou a contagem em 13 a 10.

Restava um minuto para o final da primeira parte. Mas Winston ainda tinha o que mostrar. E o tão criticado quarterback mostrou poder de reação. Errando apenas um passe e guiando muito bem o time, com direito a um lance de 26 jardas para OJ Howard, o QB brilhou. E foi com uma bola de 10 jardas para o mesmo Howard que fez com que TB voltasse à frente antes do intervalo, 17 a 13.

Conexão Murray-Kirk:

Na volta dos vestiários, a defesa dos Bucs segurou os Cards e devolveu a posse para Winston. O camisa 3 não foi brilhante como na campanha que fechou a etapa inicial, mas posicionou Gay para mais um chute, agora de 45 jardas. Com o FG certo, Tampa Bay ampliou para 20 a 13. Só que quem tem Kyler Murray pode ter esperança eterna.

A escolha número 1 do Draft brilhou mais uma vez. Precisou de apenas duas jogadas para deixar tudo igual. Primeiro, passe de seis jardas para Andy Isabella. Depois, fez rápida leitura de Kirk deixando a defesa na saudade e numa bola perfeita, deixou seu recebedor em condições de correr livre até a end zone, num passe de 66 jardas, tudo igual, 20 a 20.

O Buccaneers até voltou a liderar o placar, no começo do último quarto, num field goal de 41 jardas. O problema para TB foi que Arizona conseguiu novamente um bom lance que os recolocou no jogo. Murray provou que o entrosamento com Kirk estava em dia. Passe de 15 jardas, que com um pouco de sorte, já que contou com um leve desvio, caiu nas mãos do recebedor, 27 a 23.

O cenário ficaria ainda pior para os donos da casa quando Jones recebeu passe de Winston e cedeu um fumble para os visitantes, recuperado por Budda Baker. Só que a defesa de Tampa Bay não queria saber de fim de jogo. Murray tentou um passe muito torto para a direita e Jamel Dean conseguiu a interceptação. Faltavam 03:47 para o final do jogo e a posse estava com os anfitriões.

E nada melhor do que começar uma campanha de virada com um belo passe. Winston encontrou Godwin que se manteve em pé após o tackle. No lance, o recebedor conseguiu ganhar 49 jardas. Peyton Barber conseguiu ótima corrida de 14 jardas, fazendo com que os Bucs avançassem mais ainda no campo. Com um falta, os donos da casa estavam na linha de uma jarda do ataque. Então, o próprio Barber resolveu com as pernas, dando novamente a liderança para TB, 30 a 27.

Murray e os Cards até tentaram com pouco mais de um minuto no relógio, mas foram detidos pela defesa de Tampa. Com isso, após quatro derrotas em sequência, Winston e companhia puderam novamente sentir o gosto da vitória. Triunfo por 30 a 27. Foi apenas a terceira vitória da equipe na temporada.

Na próxima semana, os Bucs (3-6) encaram o New Orleans Saints (7-2) no domingo (17) em casa. Já o Arizona Cardinals (3-6-1) viajam para enfrentar o San Francisco 49ers (8-0).

Lances de Buccaneers 30, Cardinals 27:

Foto: Twitter / Buccaneers

NFL 2019 – Semana 10

Quinta-feira (7/11)

Los Angeles Chargers 24 @ 26 Oakland Raiders

Domingo (10/11)

Baltimore Ravens 49 @ 13 Cincinnati Bengals
Buffalo Bills 16 @ 19 Cleveland Browns
Detroit Lions 13 @ 20 Chicago Bears
New York Giants 27 @ 34 New York Jets
Kansas City Chiefs 32 @ 35 Tennessee Titans
Arizona Cardinals 27 @ 30 Tampa Bay Buccaneers
Atlanta Falcons 26 @ 9 New Orleans Saints
Miami Dolphins 16 @ 12 Indianapolis Colts
Los Angeles Rams 12 @ 17 Pittsburgh Steelers
Carolina Panthers 16 @ 24 Green Bay Packers
Minnesota Vikings 28 @ 24 Dallas Cowboys – SNF

Segunda-feira (11/11)

22h15 – Seattle Seahawks @ San Francisco 49ers

Oddsshark