NFL

29/12/2019 - 19h18

Com pick six na prorrogação, Falcons vencem os Buccaneers

A franquia da Flórida viu seu kicker perder três field goals, enquanto a defesa dos Falcons garantiu o triunfo

Falcons vencem os Bucs na prorrogaçãoNeste domingo (29), o Atlanta Falcons (7-9) visitou o Tampa Bay Buccaneers (7-9) na Flórida e saiu com a vitória por 28 a 22. Com o triunfo, os Falcons terminaram em segundo na NFC South, vencendo os Bucs no critério de desempate. Ambos já estavam eliminados e não tinha nenhuma chance de playoffs.

Pelos Falcons, Matt Ryan lançou para 313 jardas, um passe para touchdown e sofreu um fumble. O jogo corrido não funcionou e Devonta Freeman correu apenas 58 jardas e recebeu 15 jardas. Julio Jones foi pouco acionado e teve 78 jardas. Ty Sambrailo, jogador da linha ofensiva, recebeu apenas um passe de 35 jardas e marcou um TD. Younghoe Koo brilhou e acertou cinco field goals. A defesa teve duas interceptações, uma delas que garantiu a vitória.

Pelos Bucs, James Winston terminou a partida com 201 jardas, dois passes para TD e duas interceptações (uma delas custou a vitória), além de um fumble. Com esse desempenho, o QB terminou a temporada como líder de jardas lançados com 5.109 jardas. Outro dado curioso, o camisa 3 foi o primeiro na história que lançou pelo menos 30 touchdowns (33) e 30 interceptações numa mesma temporada.

O jogo corrido apareceu com Ronald Jones II, obtendo 106 jardas pelo chão. Sem Evans e Godwin, mais uma vez Breshad Perriman foi um grande alvo, terminando o jogo com 134 jardas e um TD. Cameron Brate aproveitou sua chance e anotou um TD de duas jardas. O lado ruim ficou pelo kicker Matt Gay, que errou todos os field goals que o time teve, o que fez muita falta após a derrota. Vale lembrar que Shaquil Barrett se tornou o defensor com mais sacks em uma temporada pelos Bucs, com 17,5 este ano.

O primeiro quarto começou com os Falcons anotando um touchdown. Matt Ryan achou o right tackle Ty Sambrailo em passe pelo meio, percorrendo 35 jardas jardas até a end zone e anotando os primeiros pontos.

A campanha seguinte dos Buccaneers não durou muito, pois a defesa dos visitantes forçaram um fumble pra cima de Ronald Jones II e recuperou a posse. O ataque não funcionou tão bem e rendeu apenas um field goal para a equipe de Atlanta, que foi convertido por Koo em chute de 27 jardas. Os Bucs ainda perderam um FG antes do primeiro tempo acabar em 10 a 0 para os Falcons.

O segundo quarto começou com um TD dos Bucs em jogada de 2 jardas de Jameis Winston para Cameron Brate. Os Falcons voltaram a pontuar em outro field goal de Koo, dessa vez de 33 jardas. Na posse seguinte, outro turnover para Winston, dessa vez sofrendo uma interceptação.

Com a posse, os Falcons ficaram perto de outro touchdown, a defesa forçou um fumble de Matt Ryan. Devin White aproveitou a bola sobrando e correu 91 jardas e anotar mais seis pontos para os mandantes e virar o jogo. Koo ainda anotou outro FG de 45 jardas, mas Winston em um belo passe achou Perriman na end zone. Na conversão de dois pontos, o próprio QB correu e marcou os dois pontos. Fim de primeiro tempo, 22 a 16 para Tampa Bay.

O segundo tempo teve um ritmo muito fraco. O terceiro quarto não teve nenhuma pontuação, tendo os Bucs desperdiçando dois field goals. No último período, o kicker dos Falcons apareceu e anotou dois FGs (43 e 33 jardas). A partida ficou 22 a 22 e foi para a prorrogação.

Na prorrogação, a bola começou com Tampa Bay, mas no primeiro passe James Winston foi interceptado por Deion Jones, que correu para end zone e anotou uma pick six, decretando a vitória dos Falcons e a 30ª interceptação de Winston no ano.

Agora as duas franquias se concentram na offseason e no draft, tentando retornar aos playoffs em 2020.

Crédito foto: Twitter/Atlanta Falcons

Oddsshark