22/11/2018 - 19h22

Chicago Bears abre Thanksgiving com vitória sobre o Detroit Lions

Bears forçam turnovers cruciais no último quarto e, mesmo sem contar com Mitchell Trubisky, derrotam os Lions

Chicago Bears abre rodada do Thanksgiving Day na NFL com vitória sobre o Detroit LionsSem Mitchell Trubisky, sem problemas. Apesar de não contar com o quarterback titular, lesionado, o Chicago Bears visitou e venceu o Detroit Lions na tarde desta quinta-feira (22) pelo placar de 23 a 16, abrindo a rodada do Thanksgiving.

Chase Daniel teve uma atuação sólida como substituto. Mesmo com um jogo terrestre ineficiente, o quarterback soube variar os alvos e completou 27 passes em 37 tentativas, lançando para 230 jardas e dois touchdowns. Tarik Cohen conquistou 59 jardas totais, com um touchdown, enquanto Taylor Gabriel contribuiu com outras 49 em sete recepções. A defesa forçou dois turnovers cruciais para o resultado, inclusive anotando a pontuação da vitória.

LeGarrette Blount foi o grande destaque dos Lions, liderando um ataque terrestre sem Kerryon Johnson, lesionado. O veterano conquistou 88 jardas e anotou dois touchdowns em 19 corridas, superando a marca de 100 jardas totais com uma recepção de 15 jardas. Sem Marvin Jones, Kenny Golladay também teve uma atuação de destaque. O wide receiver completou cinco recepções para 90 jardas. Matthew Stafford completou 28 passes em 38 tentativas e lançou para 236 jardas, mas cometeu os dois turnovers em momentos cruciais que decidiram o rumo da partida.

O primeiro quarto foi marcado pelas defesas, que impediram maiores avanços. Foram apenas quatro first downs ao todo, sendo dois para cada time. A jogada de maior destaque dos ataques veio em um ganho de 18 jardas de Theo Riddick após um passe rápido de Matthew Stafford para escapar da pressão do pass rush.

O segundo quarto começou bem para os Bears, com Glover Quinn cometendo uma falta ao atingir Chase Daniel durante o movimento do slide. Mas, logo na sequência, DeShawn Shead forçou um fumble de Trey Burton e Jarrad Davis recuperou a bola, posicionando o time da casa já no território adversário.


Os Lions sobreviveram a duas faltas contra o ataque e avançaram para a red zone. Arriscando uma quarta descida na linha de 20 jardas, o time de Detroit contou com uma dose de sorte para a conversão. Danny Trevathan desviou o passe de Stafford, mas Nick Bellore salvou a jogada e conseguiu a recepção. Outra jogada de Riddick levou o time para a linha de quatro jardas, e na sequência LeGarrette Blount superou a defesa dos Bears para entrar na end zone a abrir o placar.


Com a posse, os Bears também chegaram perto das 20 jardas finais do campo, graças em grande parte a um passe longo de Daniel para Allen Robinson. Os líderes da NFC North chegaram perto do touchdown em outro passe longo, agora para Tarik Cohen, mas não conseguiram alcançar a end zone. Cody Parkey entrou para converter um field goal e diminuir a diferença para 7 a 3. A defesa de Chicago forçou um three-and-out de Detroit logo em seguida com um sack de Roquan Smith, aproveitando para retomar a posse em uma boa posição. Após Daniel encontrar Anthony Miller para um bom ganho de jardas, os Bears voltaram à red zone. O quarterback lançou para Taquan Mizzell virar o marcador. Os visitantes arriscaram uma conversão de dois pontos, mas sem sucesso.


Após outra troca de punts para abrir o segundo tempo, os Lions contaram com uma bela conexão longa entre Stafford e Kenny Golladay para avançar até o território dos Bears. Depois, outro bom avanço de Theo Riddick posicionou os mandantes na linha de oito jardas. LeGarrette Blount finalizou a posse arrastando a defesa de Chicago para dentro da end zone e anotou o segundo touchdown na partida. A exemplo dos adversários, Detroit também arriscou uma conversão de dois pontos, também sem sucesso.


Os Bears responderam imediatamente no início do último quarto. Uma falta de 15 jardas de Damien “Snacks” Harrison em Chase Daniel levou a bola para o meio do campo. Depois, em uma tentativa de trick play, Anthony Miller ameaçou um passe, mas, sem encontrar alvos, devolveu a bola para Daniel, que ganhou oito jardas antes de ser derrubado por Romeo Okwara. Uma nova falta na jogada garantiu outras 15 jardas para Chicago e levou o time para a red zone. Com um passe para Tarik Cohen, os visitantes retomaram a liderança e abriram 16 a 13.


Com Stafford perfeito nos passes, Detroit moveu a bola até a linha de duas jardas. Mas a defesa dos Bears apareceu bem e conteve o ataque adversário. Matt Prater converteu um chute curto para empatar o jogo. O momento parecia bom para os Lions, com o time forçando um three-and-out de Chicago e começando a campanha em boa posição. Mas logo na primeira jogada, Eddie Jackson interceptou o passe de Matthew Stafford e anotou uma pick six pela segunda partida seguida.


Em busca do empate, os Lions contaram com uma corrida longa de Blount para mover as correntes e deixar o campo de defesa. A reação parecia possível, e Detroit chegou à linha de nove jardas. Mas em um lançamento na direção de Michael Roberts dentro da end zone, Stafford foi interceptado novamente, dessa vez por Kyle Fuller, e selou o resultado. Coube aos Bears apenas correr para o first down e zerar o cronômetro.

O time de Chicago alcança a oitava vitória em 11 jogos na temporada, mantendo a vantagem na liderança da NFC North. O adversário na sequência, fora de casa, será o New York Giants, no próximo domingo (2). Os Lions sofreram a sétima derrota no ano, essencialmente dando adeus às chances de pós temporada. O próximo compromisso a equipe será contra o Los Angeles Rams, em casa, no mesmo dia.

(Foto: Reprodução Twitter/Chicago Bears)

Oddsshark