NFL

11/02/2020 - 01h06

Chargers se despedem e anunciam que Philip Rivers será free agent

Franquia oficializa o fim da parceria com Rivers, que agora pretende testar o mercado

Philip Rivers tem grande partida pelo Los Angeles Chargers contra o Jacksonville Jaguars na semana 14 da NFLOs dias de Philip Rivers como jogador dos Chargers terminaram oficialmente.

Em uma mensagem de despedida, o Los Angeles Chargers anunciou na segunda-feira (10) que o veterano quarterback entrará na free agency após 16 anos na equipe.

“Depois de nos afastarmos um pouco na última temporada, nos reconectamos a Philip e seus representantes para ver como foi o desempenho em 2019, avaliar nossos objetivos futuros, avaliar o estado atual do elenco e ver se havia um caminho a seguir que fazia sentido para ambas partes”, disse o general manager Tom Telesco em comunicado. “Enquanto conversávamos sobre vários cenários, ficou claro que seria melhor para Philip e para os Chargers virar a página do que realmente foi uma corrida notável. Concordamos que tomar essa decisão bem antes da free agency permitiria que todos se colocassem na melhor posição para obter sucesso em 2020”.

Rivers ocupa o sexto lugar em passes para touchdowns na história da NFL e é o dono de mais de 30 recordes da franquia Chargers.

“Sou muito grato à família Spanos e à organização Chargers nos últimos 16 anos”, disse Rivers. “… nunca imaginei ter a oportunidade de liderar esse time em campo em 235 jogos. Tivemos muitos momentos ótimos, começando em San Diego e depois terminando em Los Angeles. Desejo a meus colegas e treinadores nada além do melhor no futuro.”

Rivers teve uma excelente temporada em 2018, levando os Chargers a 12 vitórias e apenas 4 derrotas, além de uma vitória nos playoffs no jogo de wild card, antes de ser derrotado pelo New England Patriots na rodada divisional. No entanto, o quarterback de 38 anos lançou 20 interceptações em 2019, segunda maior marca de sua carreira, e Los Angeles terminou a temporada com 5 vitórias e 11 derrotas.

As especulações de que os dois lados poderiam estar se separando ganharam força em janeiro, quando Rivers anunciou que estava se mudando com sua família da região de San Diego para a costa leste. Posteriormente, veiculou-se que a franquia não contava mais com o veterano.

Ele também disse que não planeja se aposentar agora. “Não tenho certeza do que o futuro reserva, mas minha família e eu estamos ansiosos para ver o que Deus planejou para nós”, afirmou Rivers no comunicado da equipe.

LEIA MAIS

+ Confira 10 free agents que podem mudar de time em 2020

Em 16 anos, Philip Rivers não conseguiu levar os Chargers ao título do Super Bowl. O mais perto que eles chegaram foi à final da AFC em 2007, na quarta temporada de Rivers, em seu segundo ano como titular. Eles perderam por 21 a 12 para o então invicto Patriots.

Rivers vem sendo um Charger desde que ele foi selecionado pelo New York Giants como a quarta escolha no Draft de 2004 e imediatamente trocado para San Diego por Eli Manning.

“Há apenas um Philip Rivers, e tivemos a sorte de chamá-lo de nosso QB1 por quase duas décadas”, disse o proprietário da equipe, Dean Spanos. “Não podemos agradecer a Philip o suficiente por dar tudo de si e pelas memórias que ele criou que durarão uma vida.”

(Foto: Reprodução Site/Los Angeles Chargers)

Oddsshark