07/12/2019 - 08h51

Oregon dá show, encerra sonho de playoff de Utah e conquista Pac-12

Verdell toma conta das trincheiras, anota três touchdowns e sai como herói

Utah tinha uma clara missão: vencer Oregon e sonhar com o College Football Playoff. Só que as coisas foram bem mais complicadas para os Utes que o costumeiro. O time, famoso por controlar os rivais nas trincheiras, sucumbiu. Num verdadeiro show de CJ Verdell, Oregon se impôs e triunfou. Os Ducks bateram Utah por 37 a 15 nesta sexta (06) e se sagraram campeões da Pac-12 se classificando para o Rose Bowl.

Verdell controlou as  ações para Oregon anotando três touchdowns. O running back ainda conseguiu 208 jardas terrrestres em 18 carregadas. Justin Herbert acertou 14 de 26 passes, acumulando 193 jardas aéreas e um touchdown. Já pelos Utes, Tyler Huntley lançou dois TDs, mas também acabou cedendo duas interceptações. Zack Moss também tentou, mas suas 113 jardas terrestres e um TD aéreo não foram suficiente.

“Infelizmente, jogamos mal esta noite”, disse o técnico de Utah, Kyle Whittingham. “O ponto decepcionante é que perdemos na única área em que estivemos invictos este ano: linha de scrimmage. Não vencemos a linha de scrimmage pela primeira vez em toda a temporada, o que é, como eu digo, decepcionante. Surpreendentemente”, concluiu.

Herbert mostrando o braço:

O time dos Utes ainda tinha esperanças de CFP. A equipe vinha com apenas uma derrota na temporada e com o confronto entre #2 LSU e #4 Georgia pela final da SEC, tudo poderia acontecer. Só que a noite não seria deles desde o primeiro momento. A primeira etapa foi desastrosa, com Oregon abrindo 20 a 00. Foram dois touchdowns, um com Verdell correndo três jardas e outro com Herbert conectando Johnny Johnson III para 45 jardas. O placar se completou com dois field goals de Camden Lewis no alvo. Um de 23 e outro de 30 jardas.

Os Utes até retornaram do intervalo em melhor forma. A defesa se acertou e o terceiro quarto foi esperançoso. O time cedeu apenas um field goal e anotou dois touchdowns. Primeiro, Huntley conectou Zack Moss para 24 jardas e depois encontrou Samson Nacua em 25 jardas, com direito a conversão de dois pontos, que baixou a contagem para 23 a 15.

Só que no último quarto, Utah voltou a cometer os erros apresentados na etapa inicial. Sem controlar as trincheiras, os Utes foram engolidos mais uma vez. Duas vezes Verdell castigou a defesa rival com corridas poderosas. Ampliou o placar para 30 a 15 numa incrível corrida de 70 jardas. Depois, sepultou as esperanças adversárias em outra de 30 jardas, colocando números finais ao duelo em 37 a 15.

Verdell atropelando a defesa rival:

Como campeão da Pac-12, Oregon garantiu o direito de disputar o tradicional Rose Bowl. A equipe chegou a sonhar com os playoffs, mas uma surpreendente derrota fora de casa para Arizona State terminou com a esperança. Para Justin Herbert é o melhor jeito de se despedir do College. O quarterback está muito bem cotado para o próximo draft da NFL.

“É uma validação”, disse o técnico dos Ducks, Mario Cristobal, sobre os jogadores de último ano que estrearam em 2016 com uma campanha 4-8. “É uma validação por tudo o que eles fizeram. Não sei se alguém aqui passou por uma temporada de 4-8. Já passei por uma delas. É o mais horrível e miserável possível. Isso faz com que algumas pessoas desmoronem, desistam, outras saem. Depois, há pessoas que fincam o pé no chão e dizem: ‘Vamos mudar as coisas.”

Oregon aguarda o provável perdedor do duelo entre Ohio State e Wisconsin, pela final da Big Ten. O último Rose Bowl dos Ducks valeu o título nacional em 2015. Já Utah aguarda o Selection Day para saber em qual Bowl o time se encaixará para encerrar a temporada.

Lances de Oregon 37, Utah 15:

Foto: Twitter / Oregon

Oddsshark