21/02/2020 - 18h28

Westbrook desabafa após expulsão: ‘Sou sempre pintado como o vilão’

Jogador foi expulso durante uma discussão com o banco adversário nesta quinta

Russell WestbrookRussell Westbrook é famoso na NBA por ser uma máquina de triple-doubles. Além disso, outros aspectos de suas ações em quadra são recorrentemente lembrados: seu jeito provocativo e o entusiasmo no ‘trash talk’. Em outras palavras, um folgado.

Nesta quinta-feira (20), durante a vitória do Houston Rockets sobre o Golden State Warriors (135 a 105), na Califórnia, tais rótulos voltaram à pauta. Isso porque Westbrook cometeu duas faltas técnicas e foi expulso da partida na metade do último quarto. A primeira delas foi durante uma disputa por rebote, e outra por discutir com o banco dos Warriors, incluindo Andrew Wiggins e Klay Thompson.

Em entrevista à ESPN após a partida, Westbrook admitiu que deve controlar os ânimos, mas ressaltou que seu tratamento é diferente de outros jogadores da liga.

“Obviamente, eu sou um cara emocional, mas se você assistir ao vídeo, certamente, eu acertei o [Damion] Lee, mas não foi intencional”, justificou-se. “Eu estou indo para o garrafão, eu o acertei, ele me disse algo e eu disse algo a ele. Depois disso, um cara (Juan Toscano-Anderson) vem e arranca a bola de minhas mãos”

Westbrook completou: “As pessoas vieram até mim, eu não me mexi, mas eu sou sempre pintado como o vilão em todas as situações”.

Mais adiante, o camisa zero disse que não quer que essa fama o acompanhe. “Vou fazer o possível para não cometer erros e dar razão para me rotularem de um cara que eu não sou. Acho que é injusto, depois de tudo aquilo, eu ser o único a receber uma técnica ou ser expulso. Não é justo”, finalizou Westbrook.

Foto: Divulgação Twitter / Houston Rockets

Oddsshark