22/05/2020 - 23h56

“Quero que seja seguro”, diz James Harden sobre possível retorno da NBA

A estrela do Houston Rockets disse que está cuidando do corpo, assistindo ao documentário de Jordan e esperando decisões

Enquanto o maior basquete do mundo continua sem previsão de retorno, os bastidores da liga seguem agitados. Na última quarta-feira, 20, James Harden conversou com jornalistas da CNBC e comentou sobre como está aproveitando o tempo da paralisação para cuidar da mente, corpo e claro, assistir ao documentário “The Last Dance” – o armador contou que está estudando o jogo de Michael Jordan com calma e focando em sua competitividade.

“Eu simplesmente não posso assistir por assistir” disse o ‘barba’. “Quero ver os detalhes e tudo mais porque no final das contas, sou um concorrente e quero ver pelo que esses caras estavam passando”, completa.

A NBA está agindo e estudando como contornar a pandemia causada pelo novo coronavírus, mas o processo não será tão simples. Uma fonte que não quis se identificar contou aos jornalistas da CNBC que a liga ainda não tem o preparo necessário para receber os atletas e continuar a temporada no momento. Desde 11 de março as atividades estão paralisadas e os executivos em movimento tentando propor soluções.

Harden afirma que houve conversas entre a liga e a Comissão Nacional dos Jogadores (NBPA) para tentar achar soluções, mas até o momento nada foi firmado. Além do camisa 13 do Houston Rockets, craques como Chris Paul e LeBron James participaram. O “barba” ainda disse que poderia atuar sem a presença dos fãs nos ginásios, no entanto, gostaria de retornar apenas quando a pandemia fosse minimamente acalmada.

“Quero que seja seguro. Quero que seja divertido para os fãs e jogadores chegar lá e competir. Assim que pudermos melhorar isso, estarei pronto pra ir. Sinto que a maioria dos jogadores se sente da mesma forma”, relatou.

Na medida em que aguarda atento aos noticiários e faz exercícios, o jogador também fica próximo de uma empreitada ousada com a Bodyarmor, empresa especializada em bebidas esportivas e que acaba de lançar uma campanha milionária chamada “Somente você pode fazer você melhorar”, avaliada em US$ 20 milhões.

O astro pontua que teve influência direta de Kobe Bryant na hora de começar seus investimentos em negócios, visto que a lenda do Los Angeles Lakers havia investido cerca de US$ 6 milhões na Bodyarmor anos atrás. Especialistas dizem que o valor dado pelo “Black Mamba” tenha atingido a casa dos US$ 200 milhões por conta da valorização da empresa, mostrando um faro certeiro nos negócios.

“Estamos todos fazendo isso por Kobe, uma lenda que colocou seu coração e sua paixão na empresa”, disse. “Somente você pode levar a si mesmo ao limite que nunca esteve, ninguém mais pode forçá-lo a fazer você querer melhorar e esse é o tipo de abordagem e mentalidade que eu tenho”, conclui.

Resta saber quando a liga e os shows de James Harden estarão liberados.

Fotos: Reprodução Twitter/Houston Rockets

Oddsshark