11/10/2019 - 23h50

Phoenix Suns exerce opção de terceiro ano nos contratos de Deandre Ayton e Mikal Bridges

O time planeja desenvolver cada vez mais os dois atletas, principalmente o pivô, tido como um dos pilares da equipe para o futuro

Buscando fazer uma temporada melhor do que nos últimos anos, o Phoenix Suns deu um importante passo para voltar aos bons tempos. De acordo com o jornalista Shams Charania, do portal The Athletic, a equipe do Arizona exerceu a opção de terceiro ano nos contratos de calouro do pivô Deandre Ayton e do ala Mikal Bridges, atletas que representam a esperança de renovação da equipe.

Os dois jogadores ainda estão estão em seus contratos de calouros e caminhando para o segundo ano na liga, porém, a franquia já sinaliza que espera contar com os dois no longo prazo.

Muitos atletas vindos do Draft acabam não se adaptando ao ritmo da liga e são emprestados ou encaixados nos times da G-League, liga de desenvolvimento da NBA – no caso de Phoenix, as apostas são os novos prospectos e a maioria deles possui o aval da diretoria para provar seu valor.

Em sua primeira temporada, Deandre Ayton não sentiu a pressão de ser a primeira escolha do recrutamento e mostrou que pode sim ser o futuro da franquia. O grandalhão registrou médias de 16,3 pontos e 10,3 rebotes por jogo, além de 39 duplos-duplos. Ele integrou o grupo dos cinco melhores calouros da temporada e terminou em terceiro na votação do cobiçado troféu de novato do ano – desde Blake Griffin e Karl-Anthony Towns, nenhum estreante obtinha pelo menos 10 pontos e 10 rebotes por jogo.

O ala Mikal Bridges não fica muito atrás. Mostrando firmeza em seu primeiro ano, a 10° escolha do Draft de 2018 registrou médias de 8,3 pontos e 3,2 rebotes por jogo, além de impressionantes 129 roubos de bola, terminando em oitavo no ranking geral da liga. Sua defesa em alto nível chamou atenção da comissão técnica e o jovem tornou-se uma peça consistente no elenco.

Os dois talentos iniciarão o novo ciclo sob comando do treinador Monty Williams, que terá craques como Devin Booker e Ricky Rubio, MVP da última Copa do Mundo de Basquete para auxiliar a mudança de cultura no Arizona.

Foto: Reprodução/Twitter Phoenix Suns

Oddsshark