25/01/2020 - 02h18

Nikola Jokic ‘ofusca’ Zion Williamson e Nuggets batem Pelicans

Zion dá toco, enterra, anota 15 pontos, mas Denver conta com grande atuação do sérvio e coletiva para superar New Orleans

Nikola Jokic ‘ofusca’ Zion Williamson e os Nuggets batem os PelicansA estreia de Zion Williamson empolgou os torcedores do New Orleans Pelicans, apesar da derrota para o San Antonio Spurs e nesta sexta-feira (24), a expectativa era alta para a segunda partida da primeira escolha do Draft 2019. No entanto, do outro lado havia o sérvio Nikola Jokic e ele foi o responsável por estragar a festa. Com grande atuação e duplo-duplo (27 pontos, 12 rebotes, sete assistências e quatro roubos de bola), o pivô brilhou e foi o principal responsável pela vitória do Denver Nuggets (31-14) sobre os Pelicans (17-29) por 113 a 106, no ginásio Smoothie King Center.

Além de Jokic, Denver teve ótima performance coletiva e contou com mais seis jogadores ultrapassando a marca dos dois dígitos em pontuação, com destaques para as exibições de Michael Porter Jr (15 pontos e 10 rebotes) e Torrey Craig (15 pontos e 10 rebotes), ambos com duplo-duplo também.

Pelos Pelicans, Zion mostrou todo o seu arsenal de jogadas, enterrou pela primeira vez na NBA, deu toco e terminou o jogo com 15 pontos e seis rebotes (FG 7-9), em apenas 21 minutos, já que o técnico Alvin Gentry segue limitando o seu tempo em quadra, devido a lesão no joelho sofrida recentemente.

Com esses números, o ala-pivô chegou ao seu primeiro recorde na NBA e registrou a maior porcentagem de cestas convertidas nos dois primeiros jogos da carreira de qualquer jogador da liga (75% – FG 15-20), desde a implantação do cronômetro de arremesso em 1954-55.

Mesmo saindo derrotado, New Orleans contou ainda com as boas contribuições dos reservas JJ Reddick (18 pontos – FG3 5/7), que chegou ao 14º lugar na lista dos maiores pontuadores de três pontos de todos os tempos da NBA, e Josh Hart (duplo-duplo com 15 pontos e 13 rebotes). Ênfase também para os titulares Brandon Ingram (13 pontos) e Jrue Holiday (12 pontos e nove assistências e seis rebotes).

Na classificação, Denver permanece bem posicionado na quarta posição da Conferência Oeste. Já New Orleans sofre a segunda derrota consecutiva, ambas em casa, e fica estacionado na 12ª colocação do Oeste.

O JOGO

Toda a expectativa do jogo estava, mais uma vez, em Zion Williamson, e logo no início, ele mostrou seu cartão de visita com uma bela enterrada. Porém, o primeiro quarto foi do Denver Nuggets. Com Nikola Jokic dominante no garrafão e uma performance monstruosa (12 pontos, quatro rebotes, três assistências e duas roubadas de bola), os visitantes levaram a melhor na parcial por 37 a 28. Zion, que ainda passa por restrição de minutos, devido a sua lesão recente no joelho, anotou “apenas” quatro pontos em quatro minutos.

A vantagem de quase dois dígitos deixou o segundo quarto sob o controle dos Nuggets. Apesar da melhora dos mandantes, Denver soube controlar o rival quando se viu ameaçado, esfriou a partida nos momentos certos e foi para o intervalo vencendo por 63 a 56, com boa produção no período para o novato Michael Porter Jr. (10 pontos e seis rebotes). Grande personagem da partida, Williamson chegou aos nove tentos no primeiro tempo e foi o cestinha dos Pelicans, já que nenhum jogador superou a marca de 10 pontos.

Na volta para o terceiro quarto, o confronto mudou e New Orleans encostou de vez no placar. No entanto, a noite de Jokic estava iluminada, o pivô sérvio continuou soberano, inclusive com números espetaculares (25 pontos, nove rebotes, sete assistências e quatro roubadas de bola) e sua equipe abriu novamente boa vantagem ao término do período: 94 a 82.

Já o último quarto começou com um lindo toco de Zion, mostrando toda a sua condição atlética.

Na segunda metade da parcial, New Orleans chegou a encurtar a distância no marcador para cinco tentos, mesmo sem Williamson em quadra, e depois para três, restando 1:19 relógio. Entretanto, o conjunto mais entrosado dos Nuggets fez a diferença, sendo sete jogadores ultrapassando a marca dos dois dígitos em pontos,  e com Will Barton fazendo dois pontos cruciais, faltando 48 segundos para o fim. Com isso, Denver levou o duelo de maneira mais confortável, após erros dos Pelicans, e bateu o promissor New Orleans por 113 a 106, fora de casa.

Veja os melhores momentos de Zion Williamson no jogo:

Próximos jogos

Na sequência, o Denver Nuggets retornará para o seu ginásio e medirá forças contra o Houston Rockets, da dupla James Harden e Russell Westbrook. No mesmo dia, o New Orleans Pelicans seguirá em casa e receberá o Boston Celtics.

Confira a programação dos jogos que acontecem neste sábado (25):

Dallas Mavericks @ Utah Jazz
Brooklyn Nets @ Detroit Pistons
Chicago Bulls @ Cleveland Cavaliers
Oklahoma City Thunder @ Minnesota Timberwolves
Los Angeles Lakers @ Philadelphia 76ers

Foto: Divulgação Twitter / New Orleans Pelicans

Oddsshark