12/02/2020 - 11h40

New York Knicks segue como franquia mais valiosa da NBA

Lakers e Warriors também atingiram a marca de US$ 4 bilhões segundo levantamento da Forbes

NEW YORK, NY - NOVEMBER 14: Fans look on during a tip-off between the New York Knicks and Utah Jazz at Madison Square Garden on November 14, 2014 in New York CityComo qualquer instituição esportiva, uma franquia da NBA tem o objetivo de ser competitiva e chegar o mais longe possível no torneio que disputa. O sucesso esportivo chamará a atenção de seus torcedores, e consequentemente, atrairá visibilidade para a marca e dinheiro para a instituição.

Contudo, o New York Knicks não segue essa lógica. Mesmo sem vencer uma série de playoffs desde de 2000, não chegar à pós-temporada desde 2013, e constantes protestos dos torcedores contra a alta administração da franquia, os Knicks ainda são a marca mais valiosa de toda a liga.

De acordo com a Forbes, a franquia nova-iorquina vale US$ 4,6 bilhões, 15% a mais do que a estimativa do ano passado. Se considerarmos o crescimento em uma década (2010 a 2020) esse número sobe para uma valorização acima de 750%.

Ainda de acordo com a publicação, o valor médio de uma franquia da NBA gira entorno de US$ 2,1 bilhões. Esta é a primeira vez que esse valor ultrapassa a marca de US$ 2 bilhões.

Times como Los Angeles Lakers (US$ 4,4 bilhões), Golden State Warriors (US$ 4,3 bilhões), Chicago Bulls (US$ 3,2 bilhões) e Boston Celtics (US$ 3,1 bilhões) estão bem acima dessa média e completam o top 5 de 2020.

Finalistas da temporada passada, Toronto Raptors e Warriors apresentam a maior valorização desde 2019. O time canadense cresceu 25% e figura no top 10 do ranking, enquanto Golden State cresceu 23% e é a terceira franquia mais valiosa da NBA.

Já times de menor expressão, e em mercados menores, apresentam um valor abaixo da média. São cinco abaixo de US$ 1,5 bilhão: Detroit Pistons (US$ 1,45 bilhão), Orlando Magic (US$ 1,43 bilhão), Minnesota Timberwolves (US$ 1,375 bilhão), New Orleans Pelicans (US$ 1,35 bilhão) e Memphis Grizzlies (US$ 1,3 bilhão).

(Foto: Alex Goodlett/Getty Images)

Confira abaixo o ranking completo (em bilhões de dólares), incluindo valorização percentual em um ano:

New York Knicks – 4,6 (15%)
Los Angeles Lakers – 4,4 (19%)
Golden State Warriors – 4,3 (23%)
Chicago Bulls – 3,2 (10%)
Boston Celtics – 3,1 (11%)
Los Angeles Clippers – 2,6 (18%)
Brooklyn Nets – 2,5 (6%)
Houston Rockets – 2,475 (8%)
Dallas Mavericks – 2,4 (7%)
Toronto Raptors – 2,1 (25%)
Philadelphia 76ers – 2,0 (21%)
Miami Heat – 1,95 (11%)
Portland Trail Blazers – 1,85 (16%)
San Antonio Spurs – 1,8 (11%)
Sacramento Kings – 1,775 (13%)
Washington Wizards – 1,75 (13%)
Phoenix Suns – 1,625 (8%)
Denver Nuggets – 1,6 (16%)
Milwaukee Bucks – 1,58 (17%)
Oklahoma City Thunder – 1,575 (7%)
Utah Jazz – 1,55 (9%)
Indiana Pacers – 1,525 (9%)
Atlanta Hawks – 1,52 (17%)
Cleveland Cavaliers – 1,51 (18%)
Charlotte Hornets – 1,5 (20%)
Detroit Pistons – 1,45 (14%)
Orlando Magic – 1,43 (8%)
Minnesota Timberwolves – 1,375 (9%)
New Orleans Pelicans – 1,35 (11%)
Memphis Grizzlies – 1,3 (8%)

Média – 2,123 (14%)

Oddsshark