08/02/2020 - 20h08

NBA confirma erro de arbitragem em derrota dos Blazers para o Jazz

Arbitragem deixou passar uma bola na descendente que empataria a partida nos instantes finais do jogo

O polêmico lance que definiu a vitória do Utah Jazz sobre o Portland Trail Blazers nesta sexta-feira (07) foi confirmado como um erro de arbitragem pela NBA neste sábado (08). O chamado last two-minute report da liga, relatório que analisa a atuação dos juízes em momentos importantes de cada jogo, declarou que houve mesmo um goaltending na tentativa de bandeja de Damian Lillard interceptada por Rudy Gobert.

A jogada aconteceu a 13 segundos do fim do jogo, quando o Jazz vencia por 116 a 114 em Portland. Lillard, que teve 42 pontos, partiu para a jogada individual e fez a bandeja. A bola bateu na tabela e ia para a cesta, quando houve o corte de Gobert com a bola na descendente. Caso fosse marcada a cesta, os Blazers empatariam o jogo, que de fato acabou em 117 a 117 para Utah.

Apesar do erro admitido, a NBA reforçou que o lance não era revisável pela arbitragem de vídeo. Seria, somente, caso a marcação fosse de um goaltending e não o contrário. O próprio perfil oficial dos juízes da liga no Twitter confirmou o erro.

Protagonista do lance, Lillard era o mais nervoso de todos na saída de quadra. Após a partida, ele não poupou críticas aos árbitros. “Tivemos a última jogada da partida e eles erraram uma chamada fácil. E então eles nos disseram que era um lance fácil, que obviamente não foi um goaltend. Nos custou a p… de um jogo, cara! Nos custou um jogo”, detonou o astro segundo a ESPN americana.

A dolorosa derrota de Portland mantém a equipe na nona colocação da Conferência Oeste, com 24-29, 2,5 jogos atrás do oitavo Memphis Grizzlies. Já Utah é quarto com 33-18.

Oddsshark