21/12/2019 - 02h02

Mesmo sem Doncic, Porzingis brilha e os Mavs batem os 76ers fora de casa

Com duplo-duplo do letão, Dallas supera grande atuação de Embiid e vence sua 11ª partida longe do Texas

Mesmo sem Doncic, Porzingis brilha e os Mavs batem os 76ers fora de casaO Dallas Mavericks segue fazendo estrago jogando longe de casa na NBA e nesta sexta-feira (20), a vítima foi o Philadelphia 76ers. Mesmo sem o lesionado Luka Doncic, a franquia texana anulou o adversário defensivamente, superou grande performance de Joel Embiid e com uma noite inspirada de Kristaps Porzingis, bateu o rival por 117 a 98, no Wells Fargo Center.

Agora, Dallas alcança sua 11ª vitória longe do Texas e iguala o Milwaukee Bucks com o melhor retrospecto na estrada nesta temporada. Já Philadelphia liga o sinal de alerta, pois sofreu seu segundo revés seguido em casa, após sequência inicial de 14 vitórias.

Controlando a partida o tempo todo, os Mavs seguiram a mesma estratégia do Miami Heat no triunfo contra os Sixers, nesta quarta-feira (18), e anularam o rival com a defesa em zona. Com muitas dificuldades nos arremessos de longe, Philly não conseguiu sair da marcação e sucumbiu, mais uma vez, diante de seus torcedores, que chegaram a vaiar os jogadores em alguns momentos.

Nos números individuais, o grande destaque dos Mavericks foi Porzingis. O pivô letão assumiu a responsabilidade na ausência de Doncic e terminou o confronto com 22 pontos e 18 rebotes, melhor marca da carreira. Além dele, ênfase para Tim Hardaway Jr., que anotou 27 pontos, em 7/11 nos arremessos do perímetro, sendo 19 tentos marcados no primeiro período.

Pelos 76ers, Embiid foi disparadamente o grande cestinha e obteve um duplo-duplo com 33 pontos e 17 rebotes. Com um ataque fraco, o segundo maior pontuador foi Ben Simmons, que marcou apenas 12 pontos, mas distribuiu oito assistências e pegou seis rebotes.

O JOGO

O início do primeiro quarto foi de domínio do Philadelphia 76ers. Jogando em casa e aproveitando bem a ausência de Luka Doncic, os mandantes eram mais eficientes no ataque e abriram 16 a 9 com certa facilidade. Porém, o técnico Rick Carlisle, do Dallas Mavericks, repetiu o “trunfo” utilizado pelo Miami Heat na última derrota de Philly e mudou a marcação para zona. Com isso, a dificuldade foi nítida e os visitantes tomaram conta das ações, tiveram uma sequência de 15 a 2 e cresceram bastante seu volume de jogo, principalmente com Tim Hardaway Jr. “insano” nas bolas de três pontos (19 pontos – FG3 5/5). Do outro lado, Joel Embiid respondia bem (12 pontos e oito rebotes), mas a vantagem do período foi de Dallas (35 a 28), com direito a uma linda cesta do perímetro de Ryan Broekhoff no estouro do cronômetro.

No segundo quarto, os Sixers continuaram sofrendo com a defesa em zona e com os arremessos de perímetro do rival. Dominantes, os Mavs abriram 17 pontos com uma belíssima enterrada de Porzingis, grande destaque do time, e encaminharam a vitória na parcial. No fim, os donos da casa guiados por Embiid, já com duplo-duplo efetivado (18 pontos e 10 rebotes), reagiram e a distância diminuiu para um dígito. Entretanto, o esforço não foi suficiente e o primeiro tempo encerrou 63 a 57 para Dallas.

Já no segundo tempo, o pivô camaronês continuou com tudo, fez os primeiros cinco tentos de seu time no terceiro quarto e mostrou que estava disposto a levar Philadelphia “nas costas”. Mas do outro lado, os Mavericks estavam iluminados, controlaram muito bem o ritmo do duelo, não se intimidaram com o crescimento dos mandantes, muito pelo contrário, e permaneceram na frente, indo para o quarto derradeiro vencendo por 11 pontos de diferença (88 a 77).

Com um jogo mais eficiente, coletivo e uma defesa forte, o Dallas Mavericks continuou soberano no período final também. Mesmo sem sua principal estrela em quadra, a franquia texana mostrou que não depende de um jogador só e com Porzingis e Tim Hardaway como protagonistas, não deu qualquer chance para o Philadelphia 76ers tentar uma recuperação. Sinal de alerta para os Sixers, que tiveram muitas dificuldades, mais uma vez, com defesa em zona. Final de duelo e vitória fácil dos visitantes por 117 a 98.

Com o triunfo, os Mavericks possuem agora uma campanha de 19 vitórias e nove derrotas, assumindo a terceira posição da Conferência Oeste. Do outro lado, os 76ers chegam ao retrospecto de 20 vitórias e 10 derrotas, caindo para a sexta colocação da Conferência Leste.

Próximos jogos

Neste domingo (22), o Dallas Mavericks irá até o Canadá para jogar contra o Toronto Raptors em busca de mais um triunfo longe do Texas. Já o Philadelphia 76ers retornará à quadra, neste sábado (21), e enfrentará o Washington Wizards novamente em casa.

Confira a programação dos jogos que acontecem neste sábado (21):

Utah Jazz @ Charlotte Hornets
Atlanta Hawks @ Brooklyn Nets
Washington Wizards @ Philadelphia 76ers
Chicago Bulls @ Detroit Pistons
Milwaukee Bucks @ New York Knicks
Sacramento Kings @ Memphis Grizzlies
Los Angeles Clippers @ San Antonio Spurs
Houston Rockets @ Phoenix Suns
Minnesota Timberwolves @ Portland Trail Blazers

Foto: Divulgação Twitter / Dallas Mavericks

Oddsshark