07/11/2016 - 22h08

Mark Cuban nega credenciamento a jornalistas da ESPN

Cuban, dono dos Mavs, disse que MacMahon e Stein são os únicos que não credenciados

Mark Cuban se envolve em polêmica com ESPN americanaMark Cuban, proprietário do Dallas Mavericks, afirmou que membros da ESPN americana não serão credenciados para a cobertura dos jogos dos Mavs. O motivo da atitude não foi muito explicado.

Por mais que o Fort Worth Star-Telegram tenha divulgado que o banimento se estende a todos os funcionários da empresa, Cuban disse que apenas Tim MacMahon e Marc Stein, dois nomes importantes da emissora, não serão credenciados.

A Associação dos Jornalistas Profissionais de Basquetebol se pronunciou sobre o tema nessa segunda-feira (07): “Estamos profundamente preocupados com o movimento dos Dallas Mavericks para revogar as credenciais de dois respeitados jornalistas da NBA. O movimento dos Mavericks é sem mérito. Pedimos aos Mavericks para reverterem sua decisão ou para que os funcionários da NBA intervenham para permitir que Tim MacMahon e Marc Stein continuem seu trabalho “.

Mark Cuban afirmou ao USA Today que a retirada do credenciamento da equipe da ESPN.com foi um ato de negócios, muito maior que questões editoriais, embora não tenha se aprofundado em explicações. Atualmente, a ESPN é parceira de transmissão da NBA e vários jogos são transmitidos na ESPN Radio 103.3-FM.

A ESPN americana disse estar comprometida com o dever de cobrir o Dallas e a NBA em sua totalidade. Cuban afirmou que “eles não estão banidos do prédio”. “Eles ainda podem comprar um ingresso.”, completou.

O porta-voz da NBA, Michael Bass, disse que a liga está “em comunicação com a ESPN e Mark Cuban sobre este assunto”.

Os Mavericks perderam cinco dos seus seis primeiros jogos na temporada 2016-17. O próximo confronto será contra o Los Angeles Lakers na terça-feira (08), na cidade de LA.

(Foto: Stephen Dunn/Getty Images)

Oddsshark