31/03/2020 - 22h34

Marcus Smart vai doar plasma sanguíneo para ajudar nas pesquisas do COVID-19

Liberado do COVID-19, Smart aceitou o pedido da NBA para doar plasma sanguíneo e ajudar em pesquisas contra o coronavírus

Marcus Smart está curado do COVID-19 e disposto a ajudar as outras pessoas que também contraíram o vírus. De acordo com Shams Charania, do The Athletic, o armador do Boston Celtics vai doar plasma sanguíneo para uma pesquisa nacional nos Estados Unidos sobre o coronavírus.

O jogador aceitou o pedido da NBA para doar plasma sanguíneo como esforço do programa NBA Together para o Projeto Nacional de Plasma Convalescente do COVID-19.

A ideia é que o plasma possa ajudar a encontrar um tratamento para o vírus, que já infectou mais de 638 mil pessoas pelo mundo inteiro, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.

Smart, que foi diagnosticado com o vírus em 19 de março, publicou domingo (29) no seu Twitter que está recuperado da doença desde a última sexta-feira (27). “Livre do coronavírus há dois dias. Fui liberado pelo Departamento de Saúde de Massachusets. Muito obrigado por todos os pensamentos positivos e orações e eu estou fazendo o mesmo para todos que foram afetados pelo vírus. Fiquem seguros e fiquem juntos – separados! Muito amor”, disse o atleta de 26 anos pela rede social.

No total, 15 pessoas de oito equipes diferentes tiveram testes positivos. Além de Marcus, diversos outros atletas também já se recuperaram, como Rudy Gobert e Donovan Mitchell (ambos do Utah Jazz) e Christian Wood (Detroit Pistons). Funcionários de algumas franquias também testaram positivo, assim como James Dolan, dono do New York Knicks.

Suspensa desde 11 de março, a NBA ainda não possui data para voltar. Os Celtics ocupam a terceira colocação da conferência Leste e Smart, em 53 jogos na temporada 2019-20, possui médias de 13,5 pontos, 3,8 rebotes e 4,8 assistências, além de 1,5 roubo de bola por partida.

(Foto: Reprodução / Boston Celtics Facebook)

Oddsshark