18/01/2020 - 03h41

Luka Doncic bate recorde pessoal e Mavs vencem os Blazers no Texas

Esloveno faz oito bolas do perímetro e ao lado de Tim Hardaway Jr., guia Dallas para a vitória contra Portland de Lillard

Luka Doncic bate recorde pessoal e Mavs vencem os BlazersEm duelo equilibrado e marcado por marcas importantes, o Dallas Mavericks contou com mais uma atuação inspirada do esloveno Luka Doncic, além de Tim Hardaway Jr., e venceu o Portland Trail Blazers de Damian Lillard pelo placar de 120 a 112 , nesta sexta-feira (17), no ginásio American Airlines Center.

Cestinha da noite, Doncic comandou o Dallas de novo (35 pontos, oito rebotes e sete assistências) e foi certeiro nos arremessos de três pontos, batendo seu recorde pessoal com oito bolas convertidas em 12 tentadas. Além dele, Hardaway Jr. foi peça importantíssima para o triunfo também, principalmente no terceiro quarto, e fechou o jogo com 29 pontos, sendo cinco de oito do perímetro, ou seja, a dupla somou para 64 tentos.

Pelo lado de Portland, dois jogadores superaram marcas importantes na liga. Com duplo-duplo de 34 pontos e 10 assistências, Lillard foi o principal destaque e alcançou 14 mil pontos na carreira. Com isso, ele se junta a LeBron James, Carmelo Anthony e Kevin Durant como os únicos jogadores ativos na NBA a atingir essa marca em suas primeiras oito temporadas.

Outra referência da equipe, o experiente Carmelo Anthony anotou 22 pontos e chegou a 26 mil pontos em sua trajetória como profissional, se tornando o 18º na lista histórica de toda a liga.

Vale ressaltar ainda o pivô Hassan Whiteside, que com mais um duplo-duplo, desta vez de 21 pontos e 18 rebotes, dominou o garrafão de maneira impactante, contudo sua performance dentro da área pintada não foi suficiente para levar a franquia de Oregon à vitória.

Infelizmente, a noticia triste do embate foi a lesão de CJ McCollum. O ala-armador jogou apenas 11 minutos e saiu machucado para o vestiário, devido uma torção no tornozelo esquerdo.

O JOGO

Com início empolgante, marcando 7 a 0 e na sequência 12 a 2 nos primeiros três minutos, o Portland Trail Blazers mostrou logo sua força para o Dallas Mavericks em pleno o ginásio American Airlines Center. Entretanto, após pedido de tempo do técnico Rick Carlisle, o time mandante melhorou bastante o aproveitamento, Luka Doncic “acordou” nos tiros de longe (14 pontos – FG3 4/5), proporcionando um duelo individual interessante com Damian Lillard (11 pontos – FG3 3/4), e equilibrou o primeiro quarto, que foi decidido apenas nos últimos segundos em favor do próprio Dallas, após lances livres convertidos pelo reserva Jalen Brunson: 38 a 37.

Sem as duas principais estrelas da noite em quadra, o começo do segundo quarto foi de destaque para Carmelo Anthony. O ala-pivô, que chegou a 26 mil pontos na carreira na parcial anterior, era uma boa válvula de escape ofensiva. Mas, sob o comando do craque esloveno (23 pontos – FG3 6/7), quem abriu leve vantagem foi os Mavs (11 tentos), encaminhando o triunfo na parcial por 72 a 63, apesar dos 25 pontos de Lillard.

A nota triste do período foi a lesão de CJ McCollum, que foi para o vestiário definitivamente, devido uma torção no tornozelo esquerdo.

Na volta do intervalo, o confronto caiu de rendimento, ficou mais lento e os erros tomaram conta do terceiro quarto. Apenas na segunda metade da parcial, o encontro “esquentou” novamente, porém Dallas seguiu na liderança, Tim Hardaway Jr. brilhou nas bolas de três pontos e esse quesito manteve a franquia texana na ponta (98 a 89).

No quarto derradeiro, os Mavs relaxaram e deixaram os Blazers, do pivô Hassan Whiteside, se aproximarem no marcador (quatro pontos). Com isso, o jogo ficou totalmente aberto para os últimos minutos. Só que, apesar da reação, Portland sentiu muito a ausência de McCollum, já que Lillard ficou sobrecarregado na armação, e não conseguiu encostar de vez para assustar o rival no momento mais agudo. Melhor para o Dallas Mavericks, que segurou com êxito o adversário e por causa de Doncic e seus oito “tiros” calibrados do perímetro, melhor marca na carreira, saiu com a vitória no Texas: 120 a 112.

Agora, os Mavericks alcançaram o quarto triunfo consecutivo e com uma campanha de 27-15, seguem na zona de classificação para os playoffs, ocupando a sexta posição da Conferência Oeste. Em compensação, os Blazers permanecem estacionados na décima colocação na mesma Conferência e possuem um retrospecto ruim de 18-25.

Próximos jogos

Nesta terça-feira (21) e novamente em casa, o Dallas Mavericks medirá força contra o Los Angeles Clippers, concorrente direto na briga pelas primeiras posições da Conferência Oeste. Em compensação, o Portland Trail Blazers precisará enfrentar um back-to-back e neste sábado (18), visitará o Oklahoma City Thunder, na Chesapeake Energy Arena.

Confira a programação dos jogos que acontecem neste sábado (18):

Los Angeles Clippers @ New Orleans Pelicans
Milwaukee Bucks @ Brooklyn Nets
Phoenix Suns @ Boston Celtics
Philadelphia 76ers @ New York Knicks
Detroit Pistons @ Atlanta Hawks
Toronto Raptors @ Minnesota Timberwolves
Cleveland Cavaliers @ Chicago Bulls
Orlando Magic @ Golden State Warriors
Los Angeles Lakers @ Houston Rockets
Sacramento Kings @ Utah Jazz
Portland Trail Blazers @ Oklahoma City Thunder

Foto: Divulgação Twitter / NBA

Oddsshark