02/02/2019 - 02h05

Knicks perdem em casa para Celtics e torcida pede Kyrie Irving no time

Torcida no Madison Square Garden viu equipe perder mais uma dentro de casa e avisou que quer armador na franquia

Knicks perdem em casa para Celtics e torcida pede Kyrie Irving no timeCertamente uma noite especial para Kyrie Irving. Nesta sexta-feira (01), na vitória, em pleno Madison Square Garden, do Boston Celtics (33-19) contra o New York Knicks (10-41), por 113 a 99, o armador teve seu nome ovacionado pela torcida de New York. “We want Kyrie”, ou seja, “Nós queremos Kyrie”, foi o que cantou os fãs dos Knicks, em jogo transmitido pela ESPN.

O triunfo coloca a franquia de Massachusetts na quarta posição da Conferência Leste, um jogo atrás do terceiro colocado Philadelphia 76ers (34-18). Já os fãs de uma das franquias mais antigas da liga agora ‘ostentam’ a lanterna do Leste, com o Cleveland Cavaliers (11-41), meia partida na frente.

Estatísticas 

Se o armador foi o centro das atenções fora da quadra, dentro dela ele também representou seu nome, já que flertou com triplo-duplo. Foram 23 pontos, 10 rebotes, seis assistências e dois roubos de bola. É o terceiro duelo seguido com um duplo-duplo e mais de 20 pontos. último a fazer isso na franquia foi kevin Garnett.

Entre os titulares, Marcus Morris foi eficiente com 18 pontos , quatro bolas de três e acumulou um plusminus de +15. Al Horford conquistou 14 pontos e apanhou nove rebotes. Jayson Taum teve 13 pontos e, assim como Horford, fez um plusminus de +12.

Dos bancários dos nomes que vem sendo usados como reservas, mas que já foram titulares. Jaylen Brown e Gordon Hayward fizeram, respectivamente, 11 e 14 pontos cada.

No lado dos mandantes, Damyean Dotson surpreendeu e fez 22 pontos, além de seis rebotes. Kevin Knox tentou ajudar e conquistou 21 pontos e um aproveitamento de quadra mediano (42,9%). Noah Vonleh ficou ‘perto’ de um triplo (sete pontos, 11 rebotes e sete assistências).

Mario Herzonja com 10 pontos, Mitchell Robinson e seus oito pontos e oito rebotes foram alguns dos jogadores vindo do banco que tentaram mudar o cenário da partida. O sempre polêmico Enes Kanter fez apenas seis pontos e apanhou sete rebotes.

Como foi o jogo

Um primeiro de quarto de muito trabalho defensivo de ambos os times e um início muito forte dos mandantes, mas que com o passar do período as bolas foram diminuindo, também, pela boa defesa dos Celtics. No fim, muita transição e velocidade para abrir cinco pontos no placar, após chegar a ficar sete atrás.

Um segundo período com a cara da equipe de Brad Stevens. Muita defesa e boa movimentação ofensiva. Foi assim que os visitantes conseguiram abrir dígito duplo de diferença no placar. Após o intervalo o jogo continuou muito parelho e com uma pequena vantagem dos Celtics, que tinham as bolas de três que asseguravam no placar.

No último e decisivo período justamente os arremessos de longa distância fizeram a franquia de Boston ficar quase 20 na frente e, consequentemente, relaxar na partida. Com isso, a garotada de NY aproveitou e encostou no placar. Mas Kyrie retornou para quadra e decidiu o confronto.

Próximos compromissos

No dia do SuperBowl é justamente a data em que os Celtics retornam nas quadras. O time de Massachusetts recebe, às 17h, horário de Brasília, o Oklahoma City Thunder (33-18), que venceu as últimas sete partidas seguidas.

Já os comandados de David Fizdale também voltam no domingo e, também, dentro de casa. Os Knicks jogam às 16h, contra o Memphis Grizzlies (20-33)

Confira os melhores momentos do jogo:

Foto: (Twitter/New York Knicks)

Oddsshark