10/03/2020 - 11h04

Gobert questiona expulsão e alerta: ‘Na próxima vez eu mesmo farei justiça’

Pivô do Jazz não concordou em ser ejetado junto com OG Anunoby e soltou o verbo contra a arbitragem

O Utah Jazz (41-23) recebeu o Toronto Raptors (46-18) nesta segunda-feira (09) e perdeu por 101 a 92. No fim do duelo o pivô Rudy Gobert e o ala OG Anunoby se desentenderam e ambos foram ejetados. Após o duelo, o francês não concordou com a expulsão e reclamou muito da arbitragem.

“Não acho que faça sentido para mim. Na próxima vez farei justiça eu mesmo para que os juízes possam me expulsar por algum motivo”, disse Gobert para os repórteres presentes na entrevista pós-jogo.

Os dois trocaram empurrões faltando 40 segundos para o final da partida. Gobert argumenta que Anunoby começou a tentar uma briga, enquanto que o pivô estava tentando voltar rapidamente para ajudar na recomposição defensiva do time, que precisava não sofrer pontos para continuar sonhando em empatar ou virar o confronto.

“Ele tentou me dar uma cotovelada no rosto. E o cara que está sendo pago para defender os jogadores não fez nada. Houve uma briga em que ele começou e não fiz nada, mas acabei sendo expulso. Não entendo”, completou Rudy.

Gobert atuou por 32 minutos na partida, marcou apenas seis pontos e apanhou quatro rebotes.

Os Raptors emplacaram quatro vitórias consecutivas e estão na segunda posição da Conferência Leste, três jogos e meio na frente do Boston Celtics (42-21). O Jazz está na quarta colocação da Conferência Oeste, duas partidas atrás do terceiro colocado, Denver Nuggets (43-21).

Oddsshark