14/02/2020 - 11h18

Em jogo de duas prorrogações, Celtics vencem Clippers

Jayson Tatum comandou as ações e a vitória de Boston num jogo com cara de playoff

BOSTON, MASSACHUSETTS - FEBRUARY 13: Landry Shamet #20 of the LA Clippers defends Jayson Tatum #0 of the Boston Celtics at TD Garden on February 13, 2020 in Boston, Massachusetts. The Celtics defeat the Clippers in double overtime 141-133Num jogo com cara de playoff e que pode até se repetir numa possível final da NBA, o Boston Celtics recebeu o Los Angeles Clippers e precisou de duas prorrogações para vencer por 141 a 133, nesta quinta-feira (13). Foi a última partida dos times antes da pausa para o All-Star Weekend.

As duas equipes chegam ao período de folga com campanhas bem semelhantes. Os Celtics estão na terceira posição da Conferência Leste, com 38 vitórias e 16 derrotas até aqui. Já os Clippers também estão em terceiro, mas no Oeste, com campanha 37-18.

Boston teve como grande destaque o ala Jayson Tatum, que se prepara para jogar seu primeiro All-Star Game no domingo. Ele marcou 39 pontos, dez no overtime, além de nove rebotes. Marcus Smart também fez bem sua parte, com 31 pontos. Vale citar ainda as atuações de Gordon Hayward, com double-double (21 pontos e 13 rebotes), e Kemba Walker (19 pontos, nove rebotes e sete assistências).

Do lado de Los Angeles, Lou Williams foi o cestinha com 35 pontos saindo do banco. Kawhi Leonard teve 28 pontos e 11 rebotes, mas passou longe de ter uma boa atuação (para seu nível), acertando apenas 10 de 27 arremessos. Montrezl Harrell foi dominante e também fez um double-double, com 24 pontos e 13 rebotes. Paul George, por sua vez, saiu do jogo machucado (músculo posterior da coxa) logo no segundo quarto e não mais voltou.

Quando voltarem das “férias”, os Celtics pegam a estrada e iniciam uma série de quatro jogos fora de casa, contra o Minnesota Timberwolves, na sexta-feira, dia 21. Já os Clippers voltam para a Califórnia e recebem o Sacramento Kings no sábado seguinte (22).

(Foto: Maddie Meyer/Getty Images)

O JOGO

O Los Angeles Clippers começou com tudo no TD Garden, abrindo 7 a 0, mas esse foi o máximo que conseguiu de vantagem na partida. O Boston Celtics logo reagiu e deixou o primeiro quarto equilibrado. Mesmo assim, o time visitante fechou com 32 a 30 na frente.

Na segunda parcial, o equilíbrio seguiu, com algumas trocas de liderança. Uma cesta de Daniel Theis, a 51 segundos do fim, definiu o placar de 60 a 58 no intervalo a favor dos Celtics.

E o time da casa dominou o placar durante todo o segundo tempo. Uma cesta de três de Gordon Hayward no terceiro período deixou a diferença em dez pontos, mas os Clippers conseguiram, mesmo ficando atrás do placar, manter a diferença acessível. Boston terminou aquela parcial na frente por 91 a 87.

Apesar de manter a liderança por quase todo o último quarto, os Celtics não conseguiam desgarrar na liderança, apesar de uma atuação espetacular da dupla Jayson Tatum e Marcus Smart. O máximo que conseguiram foi abrir oito pontos em dado momento. Do outro lado, a dupla de bancários Lou Williams e Montrezl Harrell fazia os Clippers acreditarem. Foi Williams que buscou o empate numa bola de três a quatro minutos do fim.

Já no minuto final, foi o recém chegado Marcus Morris, ex-Celtics, que meteu uma bola de três e empatou a partida em 114 pontos. Kemba Walker teve a chance da vitória no último lance, mas errou um fadeaway: overtime em Boston!

A prorrogação foi alucinante, mantendo a toada da reta final do tempo normal. Os Clippers chegaram a abrir quatro pontos, mas os Celtics conseguiram a virada, concretizada numa cesta de Tatum a 53 segundos do fim. E o astro da equipe da casa abriu três com outro cesta quando restavam 24,8 no relógio.

Aí, um lance polêmico: Lou Williams tentou um chute de três, em que aparentemente pisava na linha (então seria de dois), e além de converter, sofreu falta de Gordon Hayward. A arbitragem, porém, viu a infração antes do arremesso. Ou seja: não valeu a cesta e Williams não foi à linha do lance livre, para revolta do armador. Mas na sequência, Landry Shamet, alimentado pela raiva, acertou uma bola do perímetro mesmo contestado e empatou: 127 a 127. Tatum tentou a vitória também de três, mas errou e íamos para a segunda prorrogação.

Então, enfim, Boston conseguiu abrir uma vantagem mais confortável para vencer o jogo. A equipe verde teve uma corrida de 11 a 2 para transformar um placar empatado em uma tranquila vitória de 141 a 133. Que jogo!

Oddsshark