31/03/2020 - 22h33

Damian Lillard não gosta da ideia de iniciar temporada 2020-2021 em dezembro

Armador acaba dando possível ideia que a NBA poderia adotar para o retorno da temporada 2019-2020

O armador do Portland Trail Blazers Damian Lillard afirmou nesta terça-feira (31) que não gosta da ideia de a temporada 2020-2021 começar no mês de dezembro. O camisa 0 da franquia do Oregon deu uma possível ideia que a NBA pode aderir para o retorno do atual torneio.

De acordo com Sean Highkin e Jamie Goldberg, do Bleacher Report e do The Oregonian respectivamente, Lillard mostrou ser da turma da oposição com a temporada 2020-2021 começando provavelmente próximo ao Natal, afirmando que outros jogadores estão do seu lado por não poder passar o verão norte-americano com as suas famílias. “Se isso acontecer, eu definitivamente não sou um fã dessa ideia. E eu também não vejo muitos jogadores aderirem a essa ideia também”.

Ainda nesta terça-feira, o analista da NBA Jeff Van Gundy disse que acredita que o atual campeonato será cancelado. Caso a atual temporada volte a acontecer ainda em 2020, Lillard deu uma ideia que pode ser adotada neste torneio para equipes terem uma chance de disputar os playoffs e para a NBA ter como base os torneios universitários. “Eles deveriam fazer algo como o Torneio da NCAA com todas as equipes, eliminação em um jogo, até a final da conferência. Se houvesse tempo para eles serem super criativos, a hora é essa”.

Os Blazers, junto com o New Orleans Pelicans e o Sacramento Kings, são os três primeiros times da conferência oeste fora da zona de classificação para a pós-temporada e estão a três jogos e meio do Memphis Grizzlies, que ocupa a oitava colocação.

Lillard está em sua oitava temporada na NBA e na franquia alvirrubra do Oregon depois de ter sido selecionado na sexta escolha do Draft de 2012 pelos Blazers. Na atual temporada, o camisa 0 acumula médias de 28,9 pontos, 4,3 rebotes e 7,8 assistências em 36,9 minutos disputados em 58 partidas, rendendo a ser um dos escolhidos a disputar o torneio de três pontos e o All-Star Game mas tendo de abrir mão devido a uma lesão, abrindo espaço para o ala-armador do Phoenix Suns Devin Booker.

Foto: Reprodução Twitter/NBA

Oddsshark