31/03/2020 - 23h13

Coronavírus: Toronto proíbe eventos, mas franquias da cidade não são afetadas

De acordo com autoridade local, as ligas NBA, NHL, MLB e MLS não estão incluídas na nova proibição que vai até 30 de junho

Maple Leafs abre temporada e homenageia ex-jogadoresApós Toronto, no Canadá, decretar o cancelamento de todos os eventos na região até 30 de junho, em decorrência da pandemia pelo coronavírus, Don Peat, porta-voz do prefeito John Tory, esclareceu nesta terça-feira (31) que as ligas esportivas NBA, NHL, MLB e MLS não estão incluídas na decisão.

Peat disse que a mudança se aplica apenas para eventos que recebem licenças da cidade, como desfiles e festivais, mas não a eventos esportivos e equipes profissionais, o que inclui as franquias Toronto Raptors, Toronto Maple Leafs, Toronto Blue Jays e Toronto FC.

Entretanto, Ontário, província onde fica localizada Toronto, já tinha uma proibição para toda a região, que vale para atividades compostas por mais de cinco pessoas, só que não havia estipulado ainda um tempo limite para essa determinação.

Inclusive, Brad Ross, porta-voz da cidade de Toronto, chegou a abordar que jogos em arenas ou estádios se enquadram nessa ordem de recolhimento em massa emitida pela província.

Sobre a decisão, Tory afirmou que a saúde e a segurança dos moradores devem ser a prioridade e o distanciamento físico é fundamental. A decisão de cancelar foi tomada em consulta com o oficial da saúde de Toronto.

“Muitos desses eventos, é claro, envolvem milhares de pessoas, às vezes centenas de milhares de pessoas e é duvidoso que o ambiente de saúde esteja onde precisa estar nas datas originais programadas e para que esses eventos ocorram de uma maneira geral, saudável, segura e livre de estresse”, enfatizou Tory.

Atualmente, Toronto tem pelo menos 628 casos confirmados do novo coronavírus e oito mortes. Todas as ligas americanas citadas aqui seguem suspensas.

Foto: Reprodução / mapleleafs.nhl.com

Oddsshark