25/03/2020 - 22h02

Christian Wood dos Pistons está ‘totalmente recuperado’ do coronavírus, diz agente

De acordo Adam Pensack, o pivô já está 'se sentindo ótimo' após período de recuperação da doença COVID-19

A luta de Christian Wood, do Detroit Pistons, contra o coronavírus parece ter acabado. Segundo Adam Pensack, seu agente, o pivô já está “se sentindo ótimo e totalmente recuperado”, após período de recuperação da doença COVID-19.

De acordo com outra fonte familiarizada com a situação, mas que pediu anonimato, pois não estava autorizada a falar oficialmente, o jogador de 24 anos precisará passar ainda por alguns exames médicos, porém deve ser liberado nesta quinta-feira (26).

O último jogo dos Pistons foi no dia 11 de março, contra o Philadelphia 76ers, na noite em que a NBA suspendeu a temporada por causa da pandemia de coronavírus. O teste positivo do pivô foi revelado em 14 de março e ele permaneceu em isolamento e sob os cuidados da equipe médica da franquia desde então.

No entanto, o Detroit Pistons enfrentou o Utah Jazz no dia 7 de março em seu último jogo em casa, na Little Caesars Arena, antes da suspensão da temporada. Foi nesta partida que, provavelmente, Wood contraiu a doença, já que enfrentou Rudy Gobert e Donovan Mitchell, os primeiros jogadores da liga a testarem positivo para o coronavírus.

Após o duelo na Filadélfia, foi pedido aos jogadores, treinadores, elenco e equipe de viagem de Detroit que entrassem em quarentena.

Com isso, 17 membros da delegação, incluindo cinco atletas, foram testados, mas ninguém deu positivo. Apenas nesta quarta-feira (25), todos foram liberados da quarentena.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o tempo médio de recuperação para casos leves da COVID-19 é de cerca de duas semanas, entretanto para casos mais graves ou críticos, a duração aumenta para três a seis semanas.

Foto: Reprodução Twitter/Detroit Pistons

Oddsshark