22/08/2018 - 23h13

Blake Griffin fala da importância de buscar ajuda terapêutica

Pivô do Detroit Pistons disse que auxílio o ajudou a encontrar algumas respostas para problemas diários

A saúde mental dos atletas da NBA veio à tona na última temporada após a crise de pânico de Kevin Love e o desabafo de DeMar DeRozan sobre sua depressão.

E Blake Griffin também tem dado importância para cuidar de sua saúde. Em entrevista ao podcast do também atleta C.J. McCollum, o pivô do Detroit Pistons falou da importância de buscar ajuda terapêutica.

“Eu já havia visto um terapeuta antes, apenas para sentar e conversar. O que muitas pessoas não sabem sobre a terapia é que ela não te dá as repostas, ela ajuda você a encontrar essas respostas”, explicou Griffin.

Mas dentro do esporte o tema ainda contém certo tabu, até pelo conceito de “herói” que têm os atletas, fazendo que eles tenham que guardar diversos sentimentos dentro de si.

Em 200o, o então secundanista do Boston Celtics Paul Pierce foi esfaqueado 11 vezes em uma danceteria, impactando em uma “depressão de um ano”, segundo relato do atleta.

Todos esses relatos auxiliam a impactar positivamente na mudança desse quadro na NBA, auxiliando os atletas a buscarem por ajuda e ficando bem dentro e fora das quadras.

(Foto: Reprodução Twitter / Detroit Pistons)

Oddsshark