21/01/2020 - 22h50

Após vídeo viralizar, ex-companheiros mostram preocupação com Delonte West

Gravação mostra o ex-jogador em estado de confusão mental e algemado, depois de se envolver em possível briga de rua

Delonte WestUm assunto movimentou o mundo do basquete no último final de semana. Um vídeo surgiu nas redes sociais em que Delonte West, ex-jogador da NBA e da universidade de Saint Joseph, aparece sentado na rua, em estado de confusão mental e algemado.

Nesta terça-feira (21), dois ex-companheiros e um ex-treinador de West da época de universidade se pronunciaram e demonstraram preocupação com o ex-jogador.

Phil Martelli, que treinou West por três temporadas em Saint Joseph, disse no Twitter que o vídeo é “muito doloroso” e que ele está tentando obter ajuda para o ex-jogador.

Ele também citou um post de Jameer Nelson, que foi colega de equipe de West entre 2001 e 2004 na faculdade.

O vídeo mostra West sem camisa, com as mãos para trás enquanto ele está sentado na calçada. Fora da filmagem, alguém pergunta para West sobre uma suposta briga: “Por que você bateu nele? Ele te atacou primeiro, foi legítima defesa ou você bateu nele?”.

O ex-jogador da NBA então diz que estava andando pela rua quando foi abordado por um homem armado. West então faz um discurso incompreensível. Veja o vídeo abaixo:

Na NBA, West atuou por quatro equipes de 2004 a 2012. Ele foi a 24ª escolha geral do Draft, sendo selecionado pelo Boston Celtics. Jogou também no Seattle SuperSonics. Posteriormente, atuou junto com LeBron James no Cleveland Cavaliers entre 2007 e 2010.

No passado, ele já teve problemas com a saúde mental. O ex-jogador admitiu ter depressão, transtorno bipolar e vício em drogas. West também teve uma série de incidentes durante seu período na NBA.

Uma vez, depois de ser suspenso duas vezes por conduta prejudicial à equipe, sumiu do Texas Legends, time em que jogava pela liga de desenvolvimento no ano de 2013. Em seguida, foi dispensado pelo Dallas Mavericks.

West também foi suspenso pela NBA por 10 jogos em 2010, depois de se declarar culpado de acusações de porte ilegal de arma, em Maryland.

Crédito da foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Oddsshark