Oferecimento
11/02/2020 - 16h06

Andre Iguodala reencontra Warriors pela primeira vez e recebe homenagens

Klay Thompson fez discurso ao ex-companheiro antes da partida começar

Andre Iguodala viveu um momento especial na noite desta segunda-feira (10). O ala enfrentou seu ex-clube, Golden State Warriors, pela primeira vez desde que foi negociado na intertemporada passada. O Chase Center recebeu um bom público e não faltaram homenagens ao veterano jogador, que viveu seis temporadas nos Warriors, conquistando três vezes o título da NBA e sendo nomeado ainda MVP das finais de 2015.

Antes de a bola subir, a torcida presente ovacionou o ala, que agora defende as cores do Miami Heat. Em seguida, um vídeo foi exibido no placar do ginásio com um tributo ao jogador.

Após isso, os astros Stephen Curry e Klay Thompson, desfalques há alguns meses devido a lesões, decidiram no tradicional Jo Ken Po (pedra, papel e tesoura) quem assumiria o microfone para prosseguir com as homenagens a Iggy. Thompson perdeu a disputa, mas ele mesmo pegou o microfone. “Obviamente, é uma noite especial”, disse. “Temos aqui um dos maiores jogadores da história dos Warriors. Nós o chamamos de canivete suíço. Um dos meus companheiros favoritos de todos os tempos. Somos gratos a esse cara pelo que ele nos deu. E é bom ter você de volta, Dre. E eu não posso esperar para ver sua camisa nas vigas um dia desses, mano”, completou Thompson fazendo alusão ao número de Iguodala, que deverá ser aposentado por Golden State num futuro próximo.

Depois foi a vez de Iguodala falar ao microfone. “Do fundo do meu coração, quero agradecer a todos que nos apoiaram o tempo todo aqui”, disse ele. “Definitivamente, sinto-me em casa toda vez. Acabei de sair, mas sinto-me em casa. Realmente agradeço a vocês e a todos por serem fãs leais da Bay Area. Meus irmãos estarão de volta em ação, equipe completa no próximo ano, para causar estragos e assombrar na liga. Amo vocês”, completou, falando sobre os desfalques dos Warriors nesta temporada.

A partida terminou com vitória do Heat por 113 a 101 e Iguodala contribuiu com apenas 2 pontos, 5 assistências e 5 rebotes, nos 17 minutos que esteve em quadra. Após o jogo, o ala falou novamente, se dizendo muito feliz com as homenagens, em especial com o discurso de Thompson. “Eu tenho um relacionamento especial com o núcleo do grupo. Isso sempre foi assim. Draymond (Green), Klay (Thompson) e Steph (Curry). Deles, o Klay sempre foi o mais quieto. Ele não falava muito. Ouvir ele no microfone me surpreendeu”, disse.

Técnicos de Heat e Warriors e Jimmy Butler também rasgam elogios a Iguodala

“Antes do jogo começar, eu estava falando com o grupo e vi a homenagem acontecendo. Esse é o respeito de um campeão. Esse é um legado que continuará por anos. De muitas maneiras. Ele foi o coração e a alma dessa equipe. Eu simplesmente amei o que Klay falou sobre Iguodala, em nome de Golden State”, comentou o técnico do Heat, Erik Spoelstra. “Estou feliz por podermos tê-lo do nosso lado. Mencionei isso a Steve (Kerr, técnico dos Warriors). Obrigado por nos deixar tê-lo por um curto período de tempo enquanto estamos tentando fazer alguma coisa. Coisas boas acontecem quando ele está em quadra”, completou.

Depois, foi a vez de Jimmy Butler falar sobre o novo companheiro de equipe. “É ótimo ter outro campeão com a gente. Outro vencedor e um grande ser humano em nosso vestiário”, disse Butler.

Por fim, Steve Kerr, técnico do Golden State Warriors, fez coro e também elogiou Iggy, o comparando a ninguém menos que Scottie Pippen. “Eu já disse isso antes: nunca estive com um jogador de basquete mais inteligente. O que o torna realmente único é seu cérebro, sua combinação de fundamentos com o atleticismo. Ele não é tão atlético quanto era há seis, sete anos atrás, mas há apenas outro cara em que penso quando analiso essa combinação: Scottie Pippen”.

A temporada não está sendo das melhores para os Warriors. A equipe ocupa a última posição da Conferência Oeste e é a pior da NBA com recorde de 12-42, lembrando que não conta com seus astros Stephen Curry e Klay Thompson, machucados. Por sua vez, o Miami Heat é o quarto na Conferência Leste, com recorde de 35-18.

Texto de Rafael Barbosa

Oddsshark