26/03/2020 - 17h29

Adam Silver e cerca de 100 executivos da NBA terão salários reduzidos temporariamente

Medidas buscam apaziguar os impactos econômicos gerados pela paralisação da liga em meio a crise mundial de saúde

NBA vai investigar negociações fechadas no início da free agencyDada a incerteza em torno da temporada da NBA por causa da pandemia do coronavírus, a liga planeja reduzir os salários de seus executivos mais bem pagos.

De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN americana, aproximadamente 100 dos executivos mais importantes da liga ao redor do mundo terão seu salário reduzidos em 20%.

Woj acrescentou que o comissário da NBA, Adam Silver e o vice-comissário, Mark Tatum, também estão entre os que terão seus salários reduzidos. Nenhum funcionário da equipe de suporte ou administrativa será impactado pela mudança.

“Estes são tempos sem precedentes e, como outras empresas de todos os setores, precisamos tomar medidas de curto prazo para lidar com o duro impacto econômico em nossos negócios e organização”, disse o porta-voz da NBA Mike Bass a Wojnarowski.

De acordo com Ben Golliver, do Washington Post, executivos das equipes e estimativas da mídia sugerem que a NBA poderá perder mais de US$ 1 bilhão em receita se o restante desta temporada regular e os playoffs tiverem que ser cancelados. Já Ric Bucher, do Bleacher Report, observou que uma redução entre US$ 10 e 15 milhões do teto salarial para a temporada 2020-21 “não está fora do campo de possibilidade”.

Anteriormente, havia uma expectativa de que o aumento do teto na próxima temporada não fosse tão alto quanto se pensava inicialmente, com Wojnarowski relatando em janeiro que a NBA teria informado às equipes que suas estimativas eram de US$ 115 milhões. Valor abaixo da projeção inicial de US$ 116 milhões.

Embora ainda não exista um plano concreto para o retorno da NBA nesta temporada, Silver disse a Rachel Nichols, da ESPN americana, em 18 de março, que todas as 30 franquias continuam discutindo possíveis cenários em relação a quando e como a liga poderá retornar.

A NBA anunciou que estava suspendendo a temporada por tempo indeterminado no dia 11 de março.

Foto: (Divulgação/NBA)

Oddsshark