24/12/2019 - 01h03

Aaron Holiday decide nas bolas de três e Pacers vencem os Raptors na prorrogação

Armador cresce no tempo extra, seis jogadores passam dos dois dígitos em pontos e Indiana vence o desfalcado Toronto

Aaron Holiday decide e Pacers vencem os Raptors na prorrogação Jogando no ginásio Bankers Life Fieldhouse, o Indiana Pacers sofreu, precisou da prorrogação, mas com boa participação coletiva e Aaron Holiday decisivo nos arremessos de três pontos, venceu no sufoco o desfalcado Toronto Raptors pelo placar de 120 a 115, nesta segunda-feira (23).

Foram seis jogadores anotando mais de dois dígitos em pontos para Indiana na vitória desta noite, com destaques para o duplo-duplo de Holiday (19 pontos e 10 assistências), sendo cinco bolas convertidas de três tentos, Myles Turner (24 pontos e sete rebotes), T.J. Warren (24 pontos e oito rebotes), além de Domantas Sabonis, que marcou um duplo-duplo também (12 pontos e 17 rebotes).

Pelo Toronto, que não contou com Pascal Siakam, Marc Gasol e Norman Powell, lesionados, os maiores pontuadores foram o líder da equipe Kyle Lowry (30 pontos, seis rebotes e nove assistências), que fez uma grande exibição, porém não foi suficiente, o pivô Serge Ibaka (23 pontos e nove rebotes), além de Fred VanVleet (21 pontos e 11 assistências) e OG Anunoby (15 pontos e 12 rebotes) ambos com duplo-duplo.

O JOGO

Atuando diante da sua torcida, o Indiana Pacers começou o primeiro quarto impondo o ritmo de jogo. Com o coletivo afinado tanto ofensivamente, quanto defensivamente, os mandantes abriram dois dígitos de vantagem, já na primeira metade da parcial. A partir daí, a situação ficou mais tranquila. Indiana limitou os atuais campeões para 19 pontos no período, fez 30 tentos e colocou boa distância no placar. Destaque para o pivô Myles Turner, que anotou 11 pontos e distribuiu três tocos.

No segundo quarto, o Toronto Raptors melhorou sua performance e equilibrou um pouco mais as ações. Entretanto, os Pacers souberam administrar bem a pequena reação do rival de Conferência Leste, principalmente, com boas produções dos reservas. Sem sustos, final de primeiro tempo e 54 a 44 para os donos da casa. Ênfase para o belo duelo particular entre os pivôs cestinhas Turner e Serge Ibaka, ambos com 15 pontos.

Mesmo com algumas dificuldades, inclusive desfalques importantes como Pascal Siakam e Marc Gasol, Toronto mudou a postura no terceiro quarto e virou o placar ao término da parcial, guiado por Kyle Lowry: 79 a 78.

No quarto derradeiro, a partida ficou extremamente equilibrada, indefinida e nenhuma equipe colocou grande vantagem no marcador. Com esse panorama, Lowry empatou o confronto faltando apenas 34 segundos para o final. Como ninguém pontuou mais na sequência, o jogo foi para prorrogação: 107 a 107.

Já no tempo extra, quem liderou foi Aaron Holiday. Com boa pontaria nos arremessos de longe, o armador foi peça importante para Indiana abrir quatro pontos na liderança, restando 53 segundo no relógio. Depois disso, os times não foram bem ofensivamente e os Pacers consolidaram o triunfo por 120 a 115, após dois lances livres de Sabonis nos instantes finais.

Agora, os Pacers possuem um retrospecto de 21 vitórias e 10 derrotas, porém permanecem na sexta posição da Conferência Leste. Já os Raptors têm uma campanha de 21 triunfos e nove reveses, ficando intactos na quarta colocação na mesma Conferência, mesmo com o resultado negativo.

Próximos jogos

Na sequência da temporada, o Indiana Pacers pegará o Miami Heat, nesta sexta-feira (27), na AmericanAirlines Arena. Já o Toronto Raptors voltará à quadra na rodada de Natal, nesta quarta-feira (25), contra o Boston Celtics na Scotiabank Arena.

Foto: Divulgação Twitter / Toronto Raptors

Oddsshark