20/02/2020 - 22h01

Mike Fiers: “Não quero segurança extra. Posso me defender sozinho”

Próximo do início da temporada 2020, Fiers não está preocupado com segurança e revela ameaças de morte

Mike Fiers: "Não quero segurança extra. Posso me defender sozinho"O arremessador Mike Fiers, do Oakland Athletics, trouxe à superfície os detalhes que levaram ao grande escândalo do roubo de sinais protagonizado pelo Houston Astros. Com a temporada 2020 se aproximando, e havendo dez partidas previstas entre A’s e Astros na temporada regular, o jogador revelou não estar preocupado com sua segurança.

“Não estou pedindo por segurança extra. Estou aqui para jogar beisebol e posso me defender sozinho se for o caso. Teremos jogos contra times da Liga Nacional e terei que ir rebater como qualquer um. É parte do jogo. Se eles decidirem me acertar, então que me acertem. Não há muita coisa que se possa fazer sobre isso”, afirmou Fiers em entrevista a Alex Coffey (The Athletic).

“Não. Todo mundo é louco – todos podem enlouquecer em algum momento se não gostam do que você faz. Escute… todos estão bravos com os Astros. Existem times que estão bravos. Não importa o que é, proteção extra, quero dizer, o que você poderá fazer? Não há muito que se possa fazer”, prosseguiu o jogador.

“Já lidei com muita coisa na minha vida. Já lidei com pessoas me odiando antes. Já lidei com muitos problemas. É o que é. E se alguém quiser retaliar me acertando com um arremesso, não é grande coisa”, disse Mike Fiers.

O comissário da MLB, Rob Manfred, afirmou que fará o máximo possível para proteger Mike Fiers enquanto ele estiver jogando. Só não especificou quais ações tomará.

Fiers também revelou algo mais grave: ameaças de morte que recebeu, mas segue despreocupado. “Já tive de lidar com ameaças de morte antes. Eu tenho mais com o que me preocupar”, disse ao San Francisco Chronicle.

Foto: Reprodução Twitter/Oakland Athletics

Oddsshark