30/08/2019 - 20h54

John Sherman compra o Kansas City Royals por US$ 1 bilhão

David Glass vendeu a franquia para sócio minoritário do Cleveland Indians e empresário na região de Kansas City

David Glasse vendeu a franquia por US$ 1 bilhão para David GlassJohn Sherman é o novo proprietário do Kansas City Royals. Conforme especulado durante a semana, David Glasse tinha interesse de vender a franquia e achou no sócio minoritário do Cleveland Indians e empresário na região de Kansas City seu parceiro de negócios, de acordo com o repórter Bob Nightengale, do USA Today.

Glass emitiu nota sobre a negociação no site dos Royals e justificou sua escolha. “A decisão de vender os Royals foi difícil para nossa família. Nosso objetivo, o qual eu acredito ter conseguido, era encontrar alguém da região, que realmente amasse beisebol e desse as condições da franquia ir adiante. E John Sherman carrega toda essas características que nós estávamos procurando para tomar a liderança dessa organização”, declarou.

Quem também aposta que Sherman terá sucesso À frente dos Royals é o proprietário do Sporting Kansas City (franquia da Major League Soccer), Cliff Illig. Em entrevista aos repórteres Sam McDowell e Lynn Worthy, do Kansas City Star, Illig elogiou o empresário.

“Eu penso que a transição será feita de forma tranquila. Ele conhece as estruturas dessa organização. Tem bom tato para transações com os atletas. É muito bem informado e é um desses caras que arregaçam as mangas e fazem as coisas acontecerem”, explicou Illig.

Sherman terá o desafio de recolocar os Royals no caminho das vitórias. A franquia deve registrar pelo segundo ano consecutivo campanha com pelo menos 100 derrotas, bem distante da equipe que ganhou em dois anos seguidos a Liga Americana e venceu a World Series de 2015 contra o New York Mets.

Os Royals são colocados pelo jornalista Joel Reuter, do Bleacher Report, como 11º time da MLB em seu sistema de prospectos. Mas grande parte desses atletas estão nos níveis menores da organização, o que deve implicar em um ou dois anos de reconstrução para a franquia.

Foto: Twitter Kansas City Royals / Divulgação

Oddsshark