Oferecimento
02/02/2020 - 17h08

Francisco Lindor sobre futuro nos Indians: ‘eles não me ofereceram a coisa certa’

Podendo se tornar um free agent em 2022, Lindor afirmou que sua permanência no elenco de Cleveland é incerta

Neste sábado (1), Francisco Lindor colocou um pouco de inquietação no coração do torcedor do Cleveland Indians. Em entrevista para repórteres, o shortstop afirmou que talvez não permaneça com a equipe no futuro, caso ele não receba a oferta certa. Atualmente sob controle dos Indians, é previsto que Lindor vire um free agent após a temporada de 2021.

Rumores sobre uma troca envolvendo Lindor já começaram a circular nesta offseason, mas o jogador afirma que prefere ficar com os Indians, de acordo com Mandy Bell, da MLB.com. Contudo, o atleta também disse que gostaria de receber uma boa quantia em uma possível extensão contratual.

“Eles (os Indians) não me ofereceram a coisa certa”, comentou Lindor. “Existe um número certo para mim agora? Não penso muito sobre isso. Ainda não cheguei a esse ponto. Muito dinheiro me soa bem, muitos anos [de contrato] também, se for o melhor para mim e para a minha família”.

Em 2019, Lindor conseguiu um aproveitamento no bastão de 28,4%, 32 home runs e 101 corridas. Ele também foi condecorado como All-Star pelo quarto ano consecutivo. O jogador é uma das peças mais importantes do elenco de Cleveland e será crucial para que a franquia volte para os playoffs no futuro próximo.

Apesar de terem acumulado 93 vitórias, os Indians perderam a pós-temporada pela primeira vez desde 2015, a três jogos de uma vaga de Wild Card. O time ficou em segundo lugar na Divisão Central da Liga Americana, atrás do Minnesota Twins.

Lindor e os Indians chegaram a um acordo de uma temporada e US$ 17,5 milhões no dia 10 de janeiro, evitando a arbitration. Para 2020, a folha de pagamento da franquia é de US$ 97 milhões, um valor baixo quando comparado com outras equipes. Por exemplo, o New York Yankees pagará o total de US$ 249 milhões para seus jogadores, segundo o site especializado Fangraphs.

“Se eu não puder ficar aqui (com os Indians) por causa da situação financeira, então eu não ficarei aqui”, complementou Lindor. “Mas eu realmente quero ficar aqui. Eu amo o Cleveland Indians, eu amo os torcedores. Passei a gostar muito da cidade. Quando será o tempo certo para assinar uma extensão? Eu não sei”.

O atleta também disse que vai esperar o momento certo para negociar com Cleveland. “É apenas uma questão de tempo. Meus agentes e a organização vão conversar. Quando acontecer, vamos conversar sobre isso”.

Contudo, Lindor reiterou que sua prioridade não é o dinheiro. “Isso não é sobre orgulho ou dinheiro. Assim como um time não pagaria US$ 60 milhões (anualmente) por um jogador, nenhum jogador quer jogar com o salário mínimo da liga pelo resto da carreira. Não é sobre isso. Não sou motivado por dinheiro. Eu sou motivado por campeonatos. É isso que eu quero”.

O atleta também aproveitou para brincar um pouco, dizendo: “Se eu quero US$ 500 milhões? Claro, todo mundo quer”.

Detentor de dois prêmios Gold Glove e dois Silver Slugger, Francisco Lindor é um dos mais adorados jogadores de Cleveland. Escolha de primeira rodada no Draft da MLB de 2011, ele joga pela franquia desde sua estreia em 2015.

(Foto: Reprodução Twitter/Cleveland Indians)

Oddsshark