14/01/2020 - 23h55

Alex Cora não faz mais parte do corpo técnico do Boston Red Sox

Cora foi campeão com os Red Sox em 2018, mas escândalo de roubos de sinais fez a direção da franquia demiti-lo

Alex CoraAlex Cora e o Boston Red Sox vão seguir caminhos diferentes. As duas partes anunciaram em um pronunciamento conjunto nesta terça-feira (14) o fim da relação profissional entre ambos. O técnico tinha contrato até 2021 com a franquia.

Vale lembrar que Cora foi parte fundamental do esquema de roubo de sinais no Houston Astros em 2017, quando era técnico do banco da equipe, segundo a própria MLB já revelou. No ano seguinte, o treinador assumiu o comando técnico dos Red Sox, sendo também apontado como pivô de um programa semelhante para captar as jogadas entre catcher e arremessador, ainda investigado pela liga.

“Hoje nós discutimos sobre o pronunciamento do comissário sobre a investigação do Houston Astros. Com esses indícios, nós de forma conjunta decidimos que não era possível que Alex continue liderando esse clube e mutualmente decidimos seguir caminhos diferentes”, comunicou os Red Sox na nota de pronunciamento.

“Ir para caminhos diferentes é o melhor para essa organização. Eu não quero ser uma distração para os Red Sox daqui para frente. Meus dois anos como técnico foram os melhores da minha vida. Foi uma honra treinar esse time e trazer uma World Series de volta para Boston. Sempre estarei em débito com a franquia, com os fãs que me apoiaram como jogador, como técnico e meus pedidos para ajudar Porto Rico”, disse Cora no pronunciamento.

Vale lembrar que, nesta segunda-feira (13), a MLB suspendeu por um ano Jeff Luhnow e A.J. Hinch, que também foram demitidos de seus cargos de general manager e técnico dos Astros, respectivamente. Segundo diversos rumores, Cora deve receber uma suspensão ainda maior, justificando assim sua saída precoce de Boston.

Em duas temporadas como técnico dos Red Sox, Cora teve recorde de 192-132 e conquistou a World Series em 2018.

Os Red Sox seguem em uma agitada offseason. Logo após a última temporada, Dave Dombrowski foi demitido do cargo de chefe de operações, dando lugar a Chaim Bloom, que agora terá a missão de achar um novo técnico para a equipe.

Foto: Reprodução/Twitter Boston Red Sox

Oddsshark