16/01/2020 - 16h15

Carlos Beltran entra em acordo e deixa cargo de manager dos Mets

Citado no escândalo do roubo de sinais dos Astros, Beltran nem chegou a estrear como técnico nos Mets

O New York Mets anunciou na tarde desta quinta-feira (16) que Carlos Beltran não será mais o manager da equipe. Ele deixa o cargo sem ao menos ter estreado oficialmente. O motivo é o grande assunto do momento na MLB: o escândalo do roubo de sinais na liga.

Em comunicado, as duas partes falaram sobre o assunto. “Nós nos reunimos com Carlos na noite de ontem e hoje de manhã novamente e concordamos mutualmente em seguir caminhos diferentes. Está não é uma decisão fácil. Considerando as circunstâncias, ficou claro para todas as partes que não era do interesse de ninguém que Carlos seguisse como manager do New York Mets.  Nós acreditamos que Carlos foi honesto e acessível como a gente. Estamos confiantes que este não é o último capítulo dele em sua carreira no beisebol. Continuamos empolgados com o talento deste time e estamos comprometidos com nossos objetivos de vitórias agora e no futuro”, diz comunicado da direção dos Mets.

Beltran também se pronunciou via Twitter dos Mets. “Depois de uma reunião hoje de manhã com Jeff e Brodie, nós concordamos mutualmente em seguir caminhos diferentes. Sou grato pela oportunidade que eles me deram, mas concordamos que esta decisão é pelo bem do time. Não poderia me tornar uma distração para o time. Desejo a toda a organização sucesso no futuro”.

Conforme o The Playoffs noticiou ontem, os Mets já estavam mesmo avaliando a situação de Beltran. Integrante do elenco dos Astros em 2017, o manager foi um dos jogadores que participaram ativamente do esquema de roubo de sinais, de acordo com o relatório final publicado pela MLB nesta semana.

O nome de Beltrán foi o único a ser mencionado diretamente por Manfred entre jogadores no documento. “Aproximadamente dois meses após o início da temporada de 2017, um grupo de jogadores, incluindo Carlos Beltrán, decidiu que o time poderia melhorar na decodificação dos sinais de times adversários e na sua comunicação para o rebatedor”, revelou o comissário.

A controvérsia vem após as demissões de Jeff Luhnow e A.J. Hinch, antigos general manager e manager dos Astros, respectivamente. Alex Cora também foi dispensado da posição de manager do Boston Red Sox após ter seu envolvimento confirmado pela liga.

Beltrán foi selecionado como manager pelos Mets no começo de novembro. Ele trabalhava como conselheiro especial para os Yankees desde dezembro de 2018. O ex-jogador assumiu o cargo após a demissão de Mickey Callaway logo depois do fim da temporada de 2019.

*Atualizado em 16 de janeiro de 2020, às 16h34

(Foto: Reprodução/MLB.com)

Oddsshark